Avante não terá candidato próprio na disputa ao governo - Folha de Boa Vista
ELEIÇÕES 2018
Avante não terá candidato próprio na disputa ao governo
Por Folha Web
Em 31/07/2018 às 01:09
Douglas Alves disse que chorou quando viu seu sonho desfeito (Foto: Néia Dutra)

Em convenção estadual, o Avante decidiu que não terá candidato próprio ao Governo de Roraima nas eleições de outubro. Durante o evento, que ocorreu no bairro Raiar do Sol, o pastor e empresário, Douglas Alves, chegou a lançar seu nome, que não foi aceito pelo diretório do partido, que definiu que apoiará ao cargo no primeiro turno o candidato Antonio Denarium (PSL). 

“A convenção não aprovou o nome dele e nem de um candidato ao senado. Teremos apenas candidato a deputados estaduais e federais, mas vamos apoiar a candidatura de Denarium ao Governo de Roraima”, explicou o presidente do Avante, João Salazar.

Em carta aberta à população, Douglas Alves afirmou que chorou quando viu seu sonho desfeito e falou em traição. “Não sou mais candidato ao governo. Fui traído por aqueles que alentavam o meu nome como candidato do meu partido. Não me deram legenda para a nossa caminhada ao destino da ética, da moralidade, do temor do Senhor. Uma proposta de não roubar e nem deixar roubar o que desagradou aos políticos que fazem da política sua profissão”, lamentou.

Douglas afirmou que poderia ser uma opção e explicou que se lançou candidato por estar indignado com a política. “Eu entrei na política porque estava sem opção ao governo de meu Estado. Saí e continuei sem opção. Realmente hoje não tenho candidato ao Governo de Roraima. Hoje lamento por todos aqueles que vislumbraram em nosso nome um político honrado e que ficou fora do pleito por não querer se vender ou comprar apoio para sua candidatura”, desabafou.

O empresário disse que recebeu inúmeras propostas, e as rechaçou. “Não aceitei contrariar ou manchar o nome sagrado de meu Deus. Não poderia eu, um pastor evangélico, me deixar contaminar com as finas e espúrias iguarias da corrupção. Não poderia me vender para depois lançar as moedas no chão como traidor do meu povo. Portanto, a honestidade, a seriedade, a moralidade e a fidelidade me deixam sem opção de votar em alguém para o governo na atual conjectura. Não me deixarei corromper. Vou ladear esse querido e sofrido povo que não merece os nomes que aí estão”, concluiu.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
7
1
Cadastrar-me Enviar Comentário
Christhian Rodolfo Torres Dominguez disse: Em 31/07/2018 às 12:28:50

"Então ..........será que não era a vontade de Deus?,...era o sonho dele mais não sonho de Deus"

Cléo Moraes disse: Em 31/07/2018 às 10:56:14

"Fiquei muito triste. Os candidatos que ai estão não representam o povo de Roraima(investiguem suas bases de apoio, a maioria corruptos). Representam a continuação do poderio financeiro e sangria da nossa sociedade. Os que estão no poder agora não vão durar para sempre, vão recolher maldição para si, pois agem com injustiça ou ignoram a necessidade do povo em benefício próprio, em nome da base aliada ou partido, esquecem das verdadeiras prioridades dos que são os roraimense - Educação, Cultura, Saneamento e emprego. são sanguessugas. Se você tem dignidade e memória, se queres mudanças, não votem em quem teve oportunidade de governar do Estado e que podia fazer alguma coisa boa através de leis ou decretos. Vamos limpar! Não a reeleição! "