Bartô fala sobre candidatura ao Senado e destaca pautas indígenas - Folha de Boa Vista
ELEIÇÕES 2022
Bartô fala sobre candidatura ao Senado e destaca pautas indígenas
Artista esteve presente no programa “Agenda da Semana”, na Folha FM 
Por Folha Web
Em 14/03/2022 às 10:29
A entrevista completa você pode acessar no canal do YouTube da Folha FM 100.3 (Foto: Reprodução)

O líder indígena popularmente conhecido como Bartô, em entrevista ao programa Agenda da Semana na rádio Folha FM, falou sobre sua candidatura ao Senado pelo PSOL. A entrevista foi ao ar nesse domingo, dia 13.

Segundo Bartô, o desafio da candidatura é grande, porém necessário. “Nós do PSOL sabemos das dificuldades, somos um partido pequeno, com poucos recursos, mas com todas as ameaças contra o meio ambiente e aos povos indígenas, eu não poderia deixar de participar desse pleito”, afirmou.

O artista também falou sobre o Marco Temporal e garimpo ilegal em áreas indígenas. “Sabemos que a bancada ruralista irá aprovar o Marco Temporal, uma medida devastadora para a Amazônia. Não explorará somente o ouro e o diamante, mas sim todos os minerais, usando todos os recursos disponíveis na região”, destacou.

A entrevista completa você pode acessar no canal do YouTube da Folha FM 100.3.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
2
1
Cadastrar-me Enviar Comentário
SANTOS disse: Em 16/03/2022 às 09:56:07

"- Não acredito em nenhuma candidatura indígena porquanto suas pautas são seletivas. Se eleito estará representando todo o Estado de Roraima, e não somenbte os Macuxis, Wapichana, Taurepang, Ingarikó, etc. Eis o motivo pelo qual atuações pífias como a de Juruna, e até Joênia, são alvos de jocosos comentários. Tem que procurar outra coisa prá fazer e deixar a política para quem pensa na comunidade como um todo."