PUBLICIDADE
SAÚDE ESTADUAL
Deputado pede cancelamento de contratos
Por Folha Web
Em 24/05/2019 às 01:59
Deputado Renato Silva apontou irregularidades em empresas que prestam serviços em hospitais estaduais (Foto: Divulgação)

O deputado estadual Renato Silva (PRB) afirmou, na sessão de ontem da ALE, que vai elaborar uma indicação pedindo ao Governo do Estado que sejam cancelados os contratos das empresas Arkor Empreendimentos LTDA-ME e Femax Serviços e Comércio LTDA contratadas pela Sesau (Secretaria Estadual de Saúde), devido a possíveis irregularidades na prestação dos serviços. 

Ao usar a tribuna na Assembleia Legislativa de Roraima, ele pediu que sejam investigadas as atividades e apurados os contratos das empresas terceirizadas que prestam serviços ao segmento. 

Em pronunciamento, o parlamentar informou que as duas empresas terceirizadas não estão realizando a manutenção dos equipamentos nas unidades de saúde, da Capital e do Interior, conforme é estabelecido em contrato. Por conta disso, ele afirmou que vai elaborar uma indicação, solicitando cancelamento destes contratos ao Poder Executivo.

"Conversei com os servidores da Maternidade e de outras unidades de saúde, e eles informaram que os serviços não são feitos por completo. Então, como vamos cobrar dos profissionais por um melhor atendimento, se as empresas não estão fazendo um trabalho de qualidade?", questionou.

Além disso, o parlamentar informou que está apurando o contrato de outra empresa que atua na parte de fornecimento de alimentação ao Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth, após ouvir relatos dos pacientes e dos servidores, que as refeições estão sendo servidas de forma indevida.

OUTRO LADO – A Folha tentou contato telefônico com as empresas citadas, mas as ligações feitas não foram atendidas ou davam como número inexistente. A reportagem também manteve contato por e-mail com a Secretaria de Comunicação do Estado, solicitando posicionamento do Governo sobre a denúncia, mas até o fechamento desta edição, por volta das 19h, não houve retorno. (R.R) 

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!