Falta terceira opção para as Eleições tanto em Roraima como no Brasil - Folha de Boa Vista
AFIRMA CIENTISTA POLÍTICO
Falta terceira opção para as Eleições tanto em Roraima como no Brasil
Para o cientista político Roberto Ramos, a terceira opção tem que surgir nos próximos meses para que a polarização não aconteça
Por Folha Web
Em 27/12/2021 às 06:00
Roberto Ramos concedeu entrevista ao programa Agenda da Semana (Foto: Arquivo/FolhaBV)

Falta uma terceira via ou opção para a disputa das eleições em 2022. É o que afirmou o doutor em ciência política e ex-reitor da Universidade Federal de Roraima (UFRR), Roberto Ramos, no programa Agenda da Semana, na Rádio Folha FM 100.3. Para ele, a disputa segue polarizada tanto na esfera presidencial, como na disputa pelo governo estadual. 

“Bolsonaro se desgastou ao longo do mandato, não deu algumas respostas mais imediatas à população como na CPI da Covid-19, até se antecipar a determinadas situações que pudessem macular um pouco a gestão dele. Porém, todo governo se desgasta ao longo do mandato. Ele acabou cedendo a políticas sociais e se envolveu em diversas polêmicas. Também não deu a resposta que muitos esperavam em relação à pandemia”, pontuou Ramos. 

No cenário estadual, o cientista político afirmou que aconteceu algo semelhante. “Denarium também se desgastou ao longo do mandato, cedeu à política social e está em uma disputa com a ex-prefeita de Boa Vista, Teresa Surita [MDB]. Assim como Bolsonaro e Lula no cenário nacional”, comparou.

Alianças

Na disputa eleitoral, as alianças políticas são fundamentais e já começam a ser feitas. “Bolsonaro, que tinha um discurso de governar sem ceder ao centrão, está unido a ele hoje. Em Roraima, vemos alianças até pouco tempo improváveis surgirem, como a do ex-governador Neudo Campos ao grupo de Teresa Surita”, analisou. 

Ramos destacou que a terceira via ainda pode existir, porém deve se concretizar nos próximos meses. “Os partidos podem se unir e pensar em uma estratégia, uma terceira opção para essa disputa. Tudo está muito acirrado, pois boa parte do centro está envolvido com o Governo. Caso não aconteça em breve, a disputa será polarizada”, declarou.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
2
2
Cadastrar-me Enviar Comentário
SANTOS disse: Em 03/01/2022 às 10:28:31

"- O doutor Roberto Ramos tem razão quando afirma que não há uma terceira via política em Roraima e no Brasil. Ele só esqueceu de mencionar que a polarização ora reinante foi promovida pela esquerda brasileira, burra, míope, intransigente da qual faz parte a agremiação partidária à qual ele integra. Foi a esquerda, nas últimas duas décadas, que dividiu todo o povo brasileiro entre brancos e negros, indígenas e não-índios, ricos e pobres, patrões e empregados, macho contra fêmea, héteros e gays, sulistas e nortistas, ou seja, implantou o NÓS contra ELES. Agora, reclamam de que?"