Governo e Ale reúnem mais de 600 agricultores para discutir LDO - Folha de Boa Vista
DESENVOLVIMENTO
Governo e Ale reúnem mais de 600 agricultores para discutir LDO
O objetivo da audiência foi debater os benefícios que o setor produtivo podem ter na LDO
Por Folha Web
Em 28/06/2022 às 15:01
Foto: Jader Souza / Eduardo Andrade / Nonato Sousa / Marley Lima

Uma iniciativa do Legislativo e do Executivo roraimense reuniu mais de 600 pessoas representantes da agricultura familiar de municípios do interior do Estado, deputados estaduais e membros da bancada federal participaram do evento nesta terça-feira, 28, para discutir a Lei de Diretrizes Orçamentarias (LDO/2023). O encontro “Fortalecendo a Agricultura Familiar – LDO 2023” ocorreu no Parque de Exposições Dandãezinho, localizado na zona Rural de Boa Vista. 

A programação conta com oficinas temáticas divididas pelas demandas por municípios e todas as propostas serão apresentadas no fim do evento para elaboração de documento a ser entregue ao Governo do Estado e à Comissão de Orçamento, Fiscalização Financeira, Tributação e Controle.
 
“Essa audiência é fruto de muitas conversas que tivemos com a Assembleia, que tem andado nas vicinais, e que nos trazem essa preocupação de fortalecimento da agricultura familiar no orçamento do Estado”, disse o presidente da Assembleia Legislativa, Soldado Sampaio. Além disso, a Casa promoveu em março deste ano uma pesquisa sobre os principais problemas sociais por categoria.
 
Para o secretário estadual Emerson Baú, a iniciativa promove o crescimento conjunto da população roraimense.

“O objetivo dessa audiência pública é construirmos as propostas prioritárias dentro do orçamento do Governo do Estado para fortalecermos o setor primário, dentre outras necessidades que impulsionam o desenvolvimento econômico de Roraima”, comentou o titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação).

O produtor de milho Nazareno da Silva, da comunidade Truaru, a Audiência Pública projeta uma expectativa de melhoraria de vida.

“Nunca tivemos tanto acesso ao desenvolvimento rural. Agora, os pequenos produtores do estado estão colhendo bons frutos, realizando o sonho da sustentabilidade da família e dos bichos diante da prosperidade do solo com as novas colheitas. Nossas demandas estão sendo atendidas e mais necessidades logo deverão ser sanadas nesta gestão”, comentou.

Deputados falam sobre LDO

A presidente da Comissão de Orçamento, deputada Aurelina Medeiros (PP), explicou que as diretrizes apresentadas na LDO são necessárias para garantir recursos para o ano seguinte. “A nossa luta é discutir alternativas para o crescimento de todos”, disse ela ao ressaltar ainda a necessidade da aprovação do ZEE, a titularização de terras, energia no campo e a assistência técnica.
 
O relator da LDO, deputado Gabriel Picanço (Republicanos), falou sobre avanço e desenvolvimento do Estado e garantiu que, após a aprovação do ZEE, será apresentado um PL para anistia de multas estaduais por avanço de território. “Isso para beneficiar os pequenos da agricultura”, garantiu, sendo aplaudido pelos participantes da audiência.
 
O líder da base governista na Assembleia, deputado Coronel Chagas (PRTB), explicou os instrumentos necessários para a economia do Estado, como a LOA (Lei Orçamentária Anual), LDO e PPA (Plano Plurianual).

“Estamos aqui para discutir essa lei que vai orientar o orçamento do Estado e não adianta, na discussão da LOA, tentar colocar determinadas emendas ou situações se não estiverem na LDO. O setor agrícola é um reforço enorme para a economia do nosso estado. Com isso, queremos ouvir o interesse coletivo, registrando os problemas do setor produtivo e encontrarmos um bem comum”, destacou.

Investimentos no setor primário

Nos últimos anos, o Governo de Roraima tem multiplicado os projetos do agronegócio, beneficiando as famílias do campo com trabalho e renda.  Em 2022, estão sendo plantados 3.000 hectares de milho, sendo 1.500 hectares na Agricultura Familiar e outros 1.500 na Agricultura Familiar Indígena.

O Governo do Estado também vem realizando toda a logística, fornecendo insumos, sementes, adubos, tratores, plantadeiras, colheitadeiras, além de assistência técnica. “Esta iniciativa estadual é uma forma também de levarmos segurança alimentar para a população que mais necessita. Com isso, objetivamos aumentar a produtividade, recuperar áreas degradadas e capacitar melhor os nossos produtores oferecendo as melhores condições de plantio”, disse o governador.

Denarium reforçou que o Governo de Roraima vem batendo recordes de colheita a cada ano.

“A produtividade do estado está sendo ampliada, constantemente. Hoje, na Agricultura Familiar e empresarial temos mais de vinte mil pessoas trabalhando e queremos triplicar a quantidade de empregos do campo. Nos últimos dias, o Governo de Roraima realizou a aquisição de 1.545 equipamentos agrícolas, incluindo 100 tratores, adquiridos para subsidiar o pequeno produtor rural. Nos próximos anos, nossa meta é chegarmos a 5.000 hectares plantados somente na Agricultura Familiar. Esta é uma grande oportunidade para quem trabalha e produz”, concluiu.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
3
0
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!