Migração não influenciou no aumento da criminalidade, diz Moro - Folha de Boa Vista
VISITA DO MINISTRO
Migração não influenciou no aumento da criminalidade, diz Moro
Por Paola Carvalho
Em 14/02/2020 às 01:48
O ministro da Justiça informou ainda que foi possível constatar que as informações que chegam a Brasília, da crise migratória, são consistentes (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)
#SEMTEMPO? Confira o resumo da matéria

Em visita a Roraima, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou que os índices de criminalidade baixaram em todo o país, inclusive em Roraima, e, portanto, a migração não influenciou na sensação de insegurança da população.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, chegou ao Estado para sua primeira visita às cidades de Boa Vista e Pacaraima para averiguar a crise migratória. Na ocasião, o ministro fez uma avaliação dos índices de criminalidade no país e no estado e afirmou que a migração venezuelana não influenciou no número de crimes.

A informação foi repassada em coletiva de imprensa realizada na tarde de quinta-feira, 13, na sede da Polícia Federal em Roraima (PF-RR). Segundo Moro, depois de sua visita ao Estado, foi possível constatar que as informações que chegam a Brasília são consistentes.

Moro lembrou, por exemplo, que no ano passado, no primeiro ano de gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), houve uma queda no país inteiro dos principais indicadores criminais. 

“Em Roraima não ficou diferente. A criminalidade violenta caiu, a taxa de homicídios, feminicídios, bem como de roubos, também caiu. Embora o fluxo migratório gere uma situação de sensação de insegurança, isso não tem refletido nos indicadores. Pelo menos não nos crimes mais violentos”, avaliou Moro.

O ministro da Justiça ressaltou ainda que já estava com uma viagem marcada para Roraima e acabou ocorrendo a coincidência da vinda do vice-presidente, General Hamilton Mourão, que o fez fazer um ajuste nos planos para acompanhá-lo. 

Citou ainda que além de participar do 1º Congresso Estadual do Ministério Público em Roraima, também tinha como objetivo a visita à Operação Acolhida.

“Infelizmente, como é um fluxo migratório significativo, é natural que gere alguns problemas, principalmente aqui para Roraima, que é um estado de fronteira, e o Governo Federal está trabalhando para tentar melhorar esses problemas da melhor forma possível. Mas não podemos deixar de reconhecer que a Operação Acolhida é um sucesso e que boa parte desse sucesso se deve ao espírito generoso da população de Roraima”, afirmou Moro.

O ministro também ressaltou a necessidade de intensificar o processo de interiorização da população que veio da Venezuela e adotar medidas compensatórias ao Estado e municípios, que foram impactados com a migração.

“A minha impressão da Operação Acolhida é positiva. Sem deixar de considerar as consequências desse fluxo migratório, como é natural. Isso aconteceria em qualquer lugar do país. É natural que ocorra alguma espécie de incômodo”, completou.

Por fim, o ministro informou que há uma série de medidas em estudo, inclusive o incremento da presença da Força Nacional naquela região, mas que elas devem ser anunciadas no momento em que a questão estiver propriamente definida.

Sobre a vinda de recursos, o ministro afirmou que a o incremento das medidas compensatórias devem ser destinadas ao Estado e municípios, não à Operação Acolhida, mas também não definiu de que forma estas medidas compensatórias deverão ser repassadas aos gestores. (P.C.)

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
2
107
Cadastrar-me Enviar Comentário
GABIGOL disse: Em 14/02/2020 às 21:45:45

"Mais uma maquiagem que apresentaram ao ministro da justiça , o pior é que ele deixou se convencer desse absurdo."

Ciella Yearwood disse: Em 14/02/2020 às 11:40:58

"COMO NÃO?????? SINTO DIZER QUE AS INFORMAÇÕES QUE PREZADO MINISTRO TEM RECEBIDO ESTÃO TOTALMENTE EQUIVOCADOS. PELO JEITO ESTÁ MAL ASSESSORADO. "

Marco Aurelio Pinheiro Sousa disse: Em 14/02/2020 às 10:43:41

"Num discurso em defesa do combate sistemático e eficaz à corrupção, ao crime organizado e aos crimes violentos, o ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro citou o presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, deputado Jalser Renier (Solidariedade), como um político sobre o qual recaem suspeitas muito graves."

luizão disse: Em 14/02/2020 às 09:22:20

""espírito generoso da população de Roraima" ? Traduzindo, os bestas que ficaram sem os já precários serviços de saúde, educação, segurança....sem garantia de sair de casa e voltar sem ela está furtada, sem garantias de ter um imóvel sem que este sofra a invasão destes migrantes, sem poder ir a farmácias, supermercados, ou simplesmente parar num sinal sem ter que enfrentar um batalhão de pedintes, limpadores de vidros e ambulantes em geral....realmente, a generosidade do povo de RR está muitos graus acima da média do Brasil, mas não se sabe até quando isso vai durar. E o tal "sucesso" da operação acolhida é uma enganação, igual a retirada dos venezuelanos das ruas nos dias da visita do ministro e do vice presidente, se está sendo um sucesso, com certeza é para poucos , e o povo de RR não é um desses que está desfrutando do tal "sucesso"."

mvs disse: Em 14/02/2020 às 07:42:32

"Um absurdo o senhor Sérgio Moro falar isso !Então oq tem influenciado na criminalidade?O problema é que vcs só escutam as autoridades,tem que ouvir ? a população ela sim vai dizer.Agora mapear a cidade retirando os venezuelanos de pontos onde vcs iriam passar e,deixar de mostrar a realidade do nosso estado.Não adianta a visita de vcs pq qd forem embora vai voltar como era antes.A Rodoviária cheia de venezuelanos,o antigo prédio da educação por trás do Palácio,em pacaraima tbem tudo vai voltar como era antes.Infelizmente as próprias autoridades estao prejudicando nosso estado,muito triste. "

Freitas disse: Em 14/02/2020 às 07:39:20

"Vai falar isso para alguém que teve um familiar assassinado por um venezuelano, que teve uma arma ou faca apontada por um venezuelano durante um assalto, que teve uma filha estuprada por um venezuelano."

Kelton Freitas disse: Em 14/02/2020 às 06:47:09

"Vc só pode está de brincadeira!!! Na verdade não aumentou a criminalidade ela se multiplicou. "