PUBLICIDADE
SESAU
Oito processos serão analisados durante CPI da saúde
A diligência iniciou na manhã desta segunda-feira na sede da Sesau
Por Folha Web
Em 09/09/2019 às 16:47
A diligência iniciou na manhã desta segunda-feira na sede da Sesau (Foto: Divulgação)

Dezenas de volumes de processos começaram a ser fotocopiados nesta segunda-feira (9), durante a primeira diligência da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Saúde, instalada na Assembleia Legislativa de Roraima. Os contratos investigados são referentes a prestação de serviços, alimentação, e aquisição de insumos para unidades hospitalares, além da frequência de médicos contratados por meio de cooperativa.

A diligência iniciou na manhã desta segunda-feira na sede da Sesau (Secretaria Estadual de Saúde), com a presença dos deputados Nilton Sindpol (Patri), Jorge Everton (MDB), Soldado Sampaio (PCdoB), Renato Silva (Republicanos), Evangelista Siqueira (PT) e Lenir Rodrigues (Cidadania). A ação foi acompanhada pela secretária de Saúde, Cecília Lorezom.

Para não atrapalhar o andamento dos serviços essenciais, a equipe técnica levou quatro máquinas copiadoras e papéis, para que os processos não precisem ser retirados do local. Após isso, o próximo passo será a oitiva de envolvidos na gestão da pasta e vistorias em unidades hospitalares do Estado.

PUBLICIDADE

O vice-presidente da CPI, deputado Nilton Sindpol, explicou que esta foi a primeira diligência externa e os documentos serão a base das investigações, acompanhado das oitivas. “Viemos em busca de processos que nós já solicitamos. Vamos tirar as cópias e analisar toda a questão desses processos para verificarmos objetos, valores, tudo que seja pertinente à questão financeira da secretaria”.

O relator da CPI, deputado Jorge Everton, frisou que os trabalhos deste grupo seguirão a mesma linha aplicada na CPI do Sistema Prisional, em 2018, da qual ele também foi relator. “Na última reunião [da CPI da Saúde] solicitei documentos de denúncias, processos licitatórios que estavam ocorrendo, com aprovação dos membros, para iniciar a produção de provas”.

Na próxima segunda-feira (16), está prevista a oitiva do ex-secretário estadual de Saúde, Ailton Vanderley, a partir das 15h, na Assembleia Legislativa de Roraima. “Todos os depoimentos necessários para coleta de prova serão produzidos, as pessoas citadas e necessárias para que os deputados possam apurar e fundamentar a sua decisão de voto na CPI será feito”, afirmou o relator.

Processos

Oito processos estão sob investigação da CPI da Saúde da Assembleia Legislativa de Roraima: nº 2698/15 – empresa Arkor (manutenção de equipamentos); nº 2531/15 – empresa de limpeza fossa/caixa d’água; nº 1441/15 – empresa Carbox (fornecimento de oxigênio); nº 10804/16 – empresa de alimentação; nº 3602/15 – empresa União (serviço terceirizado); empresa Nutrição Enteral; nº 329/19 – empresa CMED (fornecimento de medicamentos); além da frequência dos médicos cooperativados.

***
Gostou?
3
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!