Presidente da ALE-RR acusa Jalser de falar de ameaças ao governador - Folha de Boa Vista
SESSÃO DA ALE-RR
Presidente da ALE-RR acusa Jalser de falar de ameaças ao governador
Na ocasião, Jalser teria exigido o fim da força-tarefa que investigava o sequestro de Romano dos Anjos
Por Folha Web
Em 21/09/2021 às 15:53
Soldado Sampaio em discurso nesta terça-feira, 21, na ALE-RR (Foto: Reprodução)

O presidente da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), deputado Soldado Sampaio (PC do B) disse em discurso na manhã desta terça-feira, 21, que o deputado estadual Jalser Renier (Solidariedade) teria pedido que o governador Antonio Denarium extinguisse a força-tarefa que investigava o sequestro do jornalista Romano dos Anjos.

De acordo com Sampaio, o pedido teria sido feito no mês de novembro do ano passado, quando Jalser ainda era presidente da ALE, e Sampaio ocupava o cargo de chefe da Casa Civil do Governo do Estado.

“Ele foi no Palácio em novembro, quando eu era chefe da Casa Civil e, espero que o governador seja muito macho para sustentar o que estou falando aqui... Quando eu recebi o deputado Jalser em um tom de desespero que solicitou que o governador extinguisse a força-tarefa que estava conduzindo o inquérito”, afirmou Sampaio.

Ainda de acordo com ele, Jalser teria dito ainda ao governador que um policial afirmou que o mataria caso fosse apontado como um dos envolvidos no caso.

“Ele chegou e falou: ‘Exijo que acabe esse decreto que conduz essa força tarefa e digo mais, se chegar em mim ou em algum policial chegado a mim’, e apontou para a sala de traz, onde estavam vários policiais, e disse que um dos policiais teria dito que se se chegasse até ele, dava um tiro na cara do governador e depois metia um tiro na cara dele e se matava”, acrescentou.

Sampaio disse que na ocasião alertou ao governador sobre a necessidade de reforçar a sua segurança pessoal, mas que depois acabaram deixando o assunto de lado. “Até por que não sabíamos onde ia chegar o inquérito, que terminou com a prisão desses policiais, inclusive esse que segundo Jalser estaria ameaçando o governador. Acho que o governador deve reforçar sua segurança”, repetiu o parlamentar.

O pronunciamento de Sampaio ocorreu após o deputado Jalser Renier ter participado da Sessão onde disse que estaria sendo vítima de uma armação política.

O Governo resolveu não polemizar e disse que defende a relação harmoniosa entre os poderes. “O governador, como chefe das forças de segurança do Estado, trabalhará todos os dias para que se mantenha o foco no cuidado com a população e não mudará sua missão institucional por desejo ou vontade de A ou B que fuja aos princípios da legalidade, moralidade e da Democracia”, completou a nota do Executivo Estadual.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
55
3
Cadastrar-me Enviar Comentário
Rildo Lopes disse: Em 21/09/2021 às 21:01:09

"Nesse meio politico é tanto macho....mas macho confiado nos outros!"

Rildo Lopes disse: Em 21/09/2021 às 20:59:14

"Duas palavras resumem toda essa pilantragem! RABO PRESO!"

Macuxi disse: Em 21/09/2021 às 17:34:07

"Isso é muito grave e deve ser investigado para trazer a luz a veracidade dos fatos. É inadmissível coagir, ameaçar e intimidar o governador. Infelizmente mais um fato lamentável que nos envergonha."