Senador diz em nota que não faz parte de investigação - Folha de Boa Vista
OPERAÇÃO DESVID-18
Senador diz em nota que não faz parte de investigação
O senador havia sido citado como um dos investigados em inquérito do Supremo Tribunal Federal Supremo Tribunal Federal (STF), referente à operação Desvid, deflagrada pela Polícia Federal e Controladoria-Geral da União
Por Folha Web
Em 23/10/2020 às 14:35
Telmário Mota: "Confio na justiça e tenho certeza que em breve o inquérito será arquivado com relação a mim" (Foto: Divulgação)

O senador Telmário Mota (Pros) se pronunciou por meio de nota, após ter tido acesso aos autos do inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF), referentes à operação Desvid-19 que deflagrada pela Polícia Federal e Controladoria-Geral da União (CGU), no dia 14 deste mês.

A ação foi desencadeada com o objetivo de desarticular um suposto esquema criminoso voltado ao desvio de recursos públicos, oriundos de emendas parlamentares. Os valores eram destinados ao combate à pandemia da Covid-19, no âmbito da Secretaria de estado da Saúde (Sesau).

O senador havia sido citado como um dos investigados em inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF), inclusive o ministro Luís Roberto Barroso, quando determinou o afastamento do senador Chico Rodrigues (Democratas) teria informado o parlamentar evitasse contato com os demais investigados no inquérito, entre eles, o senador Telmário Mota.

Confira na íntegra a nota do senador Telmário Mota:

Nota de Esclarecimento

Após finalmente ter sido permitido meu acesso aos autos do inquérito da operação chamada Desvid-19, esclareço e reforço minha completa inocência com relação as irregularidades ali expostas.

Tanto a Polícia Federal, como o Ministério Público Federal foram unânimes ao afirmar que não há qualquer indício mínimo de participação minha nos fatos apurados, bem como não há qualquer indício de conluio com outros parlamentares ou demais investigados da Operação.

O próprio relatório de diligência da Polícia Federal concluiu que da “análise conjunta das diligências, das apreensões e da exploração dos dados obtidos não trouxe elementos que permitam concluir que ROMULO SOARES AMORIM, vereador do Município de Boa Vista-RR, de fato, atue como operador e representante do parlamentar federal TELMÁRIO MOTA.”

No mesmo sentido, no parecer da Ministério Público Federal, assinado pelo Vice-Procurador-Geral da República afirmou que “não foram apurados indícios que solidifiquem a participação do Senador Telmário  em intervenções para aquisições irregulares ou, tampouco, em utilizações indevidas da influência decorrente do cargo.”

Portanto, as autoridades incumbidas da investigação afirmaram que não há absolutamente nenhuma participação minha nos supostos atos irregulares. Convém esclarecer, ainda, que a emenda parlamentar em questão sequer foi paga e nenhuma empresa – investigada ou não – recebeu qualquer valor da emenda que foi destinada à saúde do município de Rorainópolis.

Esclareço, ainda, que a condição de “investigado” se baseou somente no fato de que nas investigações supervisionadas pelo Supremo Tribunal Federal, os detentores de foro por prerrogativa de função são OBRIGATORIAMENTE autuados como investigados, como explicou o Exmo. Ministro Barroso em sua decisão.

Confio na justiça e tenho certeza que em breve o inquérito será arquivado com relação a mim e que aqueles que realizaram qualquer irregularidade serão denunciados e devidamente condenados.

Telmário Mota – Senador da República

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
1
15
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!