PUBLICIDADE
ENQUADRAMENTO
Servidores contemplados serão notificados
Por Folha Web
Em 10/05/2019 às 02:15
Senador Mecias de Jesus “Nós não vamos precisar de 24 anos para concluir esse grande trabalho”. (Foto: Ascom Parlamentar)

Os antigos servidores do extinto Território Federal de Roraima, que tiveram seus nomes aprovados na 2ª Câmara de Julgamento da Comissão Especial dos Ex-Territórios de Rondônia, do Amapá e de Roraima, deverão ser notificados na próxima semana pela comissão governamental, para optar se aceitam ou não a condição. O anúncio foi feito ontem pelo senador Mecias de Jesus (PRB).

De acordo com o parlamentar, os servidores vêm lutando há quase três décadas para conquistar o direito de ser funcionário federal. Ele lembra que com a transformação do Território em Estado, em 1988, muitos perderam não apenas o salário, mas a possibilidade de devida aposentadoria.

“A maioria dos servidores foi simplesmente dispensada, de forma arbitrária, perdendo, além da função, o norte da existência. Num estalar de dedos, os servidores não tinham mais o que fazer”, disse.

O senador destaca que o impasse surgido criou um clima favorável à ação nefasta de aventureiros que procuraram tirar vantagens eleitorais e se dar bem. Uns, desejando se perpetuar em cargos já ocupados, outros, buscando lotear espaços de forma imprópria, apresentando teses e propostas sem nenhum fundamento ou base na realidade.

“A cada campanha eleitoral, renovam-se falsas promessas de enquadramento dos antigos servidores, logo esquecidas assim que o pleito é findado. Nós não vamos precisar de 24 anos para concluir esse trabalho”, garante. 

Com sua experiência legislativa de ex-presidente da Assembleia de Roraima, Mecias tem conversado e mantido contato com boa parte dos demais 80 senadores, explicando as dificuldades por que passa Roraima, na tentativa de retirar o estado do isolamento a que é submetido.

“Estamos trabalhando também para que mais nomes sejam, todas as semanas, incluídos nessa grande relação, e temos a expectativa de que o nosso povo, aqueles que merecem de fato e de direito sejam incluídos e consagrados como servidores públicos da União”, disse.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!