PUBLICIDADE
PODER EXECUTIVO
Pagamento de servidores estaduais atrasa mais uma vez
Categoria afirma que deve buscar informações sobre demora do repasse na manhã de hoje, 11, na Sefaz
Por Paola Carvalho
Em 11/01/2019 às 00:45
Anúncio do pagamento foi feito pelo próprio governador, Antonio Denarium, durante posse dos secretários, em 4 de janeiro (Foto: Nilzete Franco/Folha BV)

O salário dos servidores públicos estaduais estava previsto para ser pago ontem, 10, mas teve novo atraso. Até as 19h dessa quinta-feira, os valores não tinham caído nas contas dos funcionários causando uma nova expectativa frustrada na população.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Civis Efetivos do Poder Executivo de Roraima (Sintraima), Francisco Filgueira, a categoria iria aguardar até a meia-noite pelo recebimento. Caso contrário, funcionários do Estado devem se encaminhar nas primeiras horas da manhã de hoje, 11, até a Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) para buscar informações sobre o pagamento.

“Caso não se encontre nenhuma informação lá, buscaremos os meios de obter esses dados para que a gente possa passar para os nossos servidores, sabendo que o governador não se encontra no Estado [por cumprir agenda em Brasília com o presidente, Jair Bolsonaro]. Teremos que nos contentar com a informação que for repassada pela Sefaz”, completou Filgueira.

A Folha buscou junto ao governo do Estado informações sobre o suposto atraso do pagamento dos servidores e o que ocasionou a demora, porém não obteve retorno até o fechamento da matéria.

PODER EXECUTIVO – O pagamento para o dia 10 de janeiro foi anunciado pelo governador, Antonio Denarium (PSL), durante a posse de secretários no Palácio do Governo. Depois, a Secretaria de Comunicação Social (Secom) do governo do Estado confirmou que a folha de pagamento do mês de dezembro de 2018, dos servidores das administrações direta e indireta, estava prevista para ser creditada no mesmo dia informado pelo chefe do Executivo.

De acordo com a Secom, seriam utilizados os R$ 32 milhões que restaram dos recursos da intervenção federal, somados à parcela do Fundo de Participação dos Estados (FPE), para pagar os salários dos servidores.

Vale lembrar que Antonio Denarium já frisou que podem ocorrem novos atrasos no pagamento dos salários. "O mês de janeiro nós teremos que pagar em fevereiro, mas já temos ciência de que talvez nós não vamos ter recursos suficientes”, afirmou durante a posse de secretários.

***
Gostou?
3
102
PUBLICIDADE
paulinho disse: Em 11/01/2019 às 18:31:39

"O governador acha que so os parentes dele são competentes. Nomeu uma cambada de parentes de 1 e 2 grau com essa justificativa. Pelo amor de zaza, de forma esse estado não vai sair nunca do buraco. Será que não basta todos os incompetentes que já estão agindo como se as secretarias fossem deles??? "

Keila amorim disse: Em 11/01/2019 às 10:50:50

"Total falta de respeito com a população.Falta de respeito e de humanidade. Todos precisam!"

paulinho disse: Em 11/01/2019 às 10:21:52

"Senhor Governador, pelo andar da carruagem, infelizmente seu governo vai pelo mesmo caminho da ex- governadora. Somente a SEINF (Secretaria Estadual de Infraestrutura ) a lambança já vem ocorrendo desde o dia 02/01/2019. Vamos lá: (1) Foi nomeado um secretário adjunto mais sujo que pau de galinheiro e ainda levou a tiracolo uma cambada de puxa saco incompetentes da Secretaria de obras da prefeitura. (2) Nomeou como chefe de divisão uma pessoa que nos últimos quatro anos não compareceu na SEINF 10 vezes, pois é contratado do CREA RR e recebe pelos dois lugares. (3) Nomeou um diretor de departamento um cara que até o início do seu mandato não sabia nem aonde era a sala que ele estava lotado nos últimos 10 anos pois não trabalhava. (4) Aproveitou uma engenheira que era diretora de departamento e fazia campanha ferozmente para a ex-governadora para ser diretora na SESAU no setor de Engenharia, também quase não aparecia para trabalhar nos últimos 4 anos. (5) Nomeou duas pessoas da secretaria de obras da prefeitura para ficar vigiando quem assina a folha de ponto no horário.Realmente é preciso muita competência para realizar esta atividade. (6) Não aproveitou ninguém de carreira que realmente trabalha, produz e fiscaliza da SEINF. (7) Nomeou novos diretores, coordenadores e chefes que não sabem absolutamente nada da área técnica. ( 8) Está nomeando pessoas de caráter e honestidade duvidosa, é o mesmo que colocar a raposa para tomar conta do galinheiro. Sua equipe está mais perigosa que trombada de anão. "

Francisco Figueiredo disse: Em 11/01/2019 às 09:53:08

"Esse aí pelo jeito vai superar a Suely Campos. Que já esteja ciente também que vai ser um governo de um mandato só. "

Suzete Cristina disse: Em 11/01/2019 às 09:26:17

"Estamos quase no meio do mês e os servidores não receberam. O ano de 2019 não começou bem! Seria melhor começar a pensar em uma greve, pois o governo não está cumprindo o que disse!"

JOÃO PEREIRA disse: Em 11/01/2019 às 08:21:45

"O poder público atualmente, se utiliza de inúmeras desculpas para atrasar o pagamento do servidor público. Devemos lembrar que se existe crise financeira no Estado, Ele (governador) começou sua gestão igualmente a Sueli Campos, vai culpar a gestão passada. Cargos Executivos possuem duração de 4 anos até uma nova eleição. Nós funcionários públicos de Roraima deves organizar uma greve geral, paralisando 70% das atividades do Estado, porque verbas para efetuar o pagamento existe, não pagam nossos vencimentos porque NÃO QUEREM. "

ALILSON REIS disse: Em 11/01/2019 às 07:58:01

"Já começou pegando juros dos salários desde do dia 30 do repasse até agora. A palavra era para o dia dez. E agora governador. ??"

carlos alberto da silva oliveira disse: Em 11/01/2019 às 07:30:00

"Parece que este governo não entende o que é Administração pública. Muito do que o governador fala não tem o mínimo de embasamento administrativo. Com relação ao pagamento da educação, não tem como dizer que não há recursos para o pagamento dos servidores visto que os recursos são exclusivamente para esse fim, mas ao que parece, este governo acha que pode se desligar das leis e criar seu próprio entendimento. Nesse caminho, será um breve governo."

Flávia Souza disse: Em 11/01/2019 às 07:01:16

"Começou mal, governo desrespeitoso que não se comunica, simplesmente não pagou e não emitiu sequer uma nota, tá seguindo os passos do governo anterior ??? Então já sabe o resultado das próximas eleições"

Bekem disse: Em 11/01/2019 às 06:53:44

"Os servidores da educação tem verbas diretas do governo federal através do Fundeb. Por que o governo de Roraima ainda não.pagou os professores e servidores da educação?"