Pagamento do retroativo das contas de energia deve encerrar em outubro - Folha de Boa Vista
PARCELAMENTO
Pagamento do retroativo das contas de energia deve encerrar em outubro
Por Paola Carvalho
Em 07/06/2017 às 01:19
Segundo a Eletrobras, melhor forma de conferir cobrança é acompanhar os lançamentos nas faturas de energia elétrica (Foto: Diane Sampaio/Arquivo/Folha)

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anuncia todo ano, no mês de novembro, o reajuste tarifário das contas de luz aos consumidores. O reajuste em vigor atualmente é de 19,72%, negativo com validade até o mês de outubro deste ano para os clientes da Eletrobras Distibuição Roraima. No entanto, por conta do ajuste de energia que elevou a cobrança em 40% por um ano no final de 2015, os consumidores roraimenses estão pagando um valor retroativo, especificado na conta.

O reajuste de 40% foi alvo de uma batalha judicial entre parlamentares do Estado e a Eletrobras Distribuição Roraima. O aumento foi suspenso por alguns meses e, posteriormente, autorizado pela Justiça Federal. Alguns consumidores começaram a pagar o retroativo em dezembro do ano passado e outros, em janeiro deste ano. Assim, segundo a Eletrobras, a previsão é que o valor deixe de ser cobrado em outubro.

“A cobrança da diferença de tarifa foi parcelada em dez vezes e está sendo faturada nas contas de energia. Para a maioria dos consumidores a cobrança encerra em outubro de 2017, mas para uma minoria se estenderá mais um ou dois meses porque em algum faturamento não foi cobrada a parcela devida”, informou.

Sobre os consumidores que ainda têm dúvida sobre o pagamento e parcelamento dos preços, a Eletrobras orienta que a melhor forma de conferir a cobrança é acompanhar os lançamentos que estão sendo feitos mensalmente nas faturas de energia elétrica. “Além disso, o cliente também pode obter informações na nossa Central de Atendimento no telefone 0800 7019 120, que funciona 24 horas todos os dias da semana”, reforçou. (P.C)

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
7
10
Cadastrar-me Enviar Comentário
THIAGO CASTRO disse: Em 07/06/2017 às 10:22:30

"roubalheira autorizada pela justiça "