PUBLICIDADE
CRISE FINANCEIRA
Pagamentos serão regularizados até a próxima terça-feira
A resposta do Governo surge horas após servidores realizarem manifestação para cobrar resposta sobre atraso de salário
Por Folha Web
Em 11/01/2019 às 11:22
Segundo o Governo do Estado, alguns órgãos já estão com salário na conta (Foto: Divulgação)

Em resposta ao Grupo Folha BV, o Governo do Estado confirmou, por meio de nota, que regularizará o envio do salário de dezembro dos servidores públicos até a próxima terça-feira, 15.

O atraso se deu a um problema na folha de pagamento de algumas secretarias.

“Por motivos na inconsistência na folha de pagamento de algumas secretarias, até terça-feira, dia 15, o pagamento de todos os servidores da administração direta e indireta, referente ao mês de dezembro de 2018, será normalizado”, disse.

Vale destacar que a resposta ocorre horas após servidores da educação realizarem manifesto na Praça do Centro Cívico.

A nota destacou ainda que já efetuou o pagamento de 10 órgãos: Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinf), Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Secretaria Estadual de Planejamento (Seplan), Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc), Secretaria Estadual de Comunicação Social (Secom), Controladoria Geral, Polícia Civil, Universidade Virtual de Roraima (Univirr) e Instituto de Peso e Medida de Roraima (Ipem-RR).

***
Gostou?
5
62
Fred Fredsonbv disse: Em 13/01/2019 às 00:28:31

"Tá certo que não é nada agradável depender do salário e ele não ser pago, mas já parou pra analisar e refletir baseado em fatos do que vinha acontecendo no Estado? - O Governo anterior recebia e pagava o liquido, com o fundeb por exemplo, e, apesar de constar os descontos de INSS/IPER/Emprestimos consignados no contra-cheque, os valores descontados não eram repassados aumentando a dívida e comprometendo assim aposentadoria de muitos no futuro. - Anteriormente (Em 25/01/2018) um ex-secretário da sefaz já havia denunciado dois grandes problemas de gestões anteriores: "Ex-secretário da Fazenda afirma que governo está penalizando servidores (não repassando os descontos de empréstimos e convênios)" e presumindo que se não houvesse uma reforma no planejamento de gastos o governo não conseguiria pagar a folha integralmente a partir de outubro. Daí mudou o governo, descobriu-se os problemas e veio a tona essas questões que vinham sendo abafadas e cada vez mais perto de estourar. Estourou e agora? Resta o Governo atual não compactuar com a velha política dos anteriores e responsabilizar quem recebeu o comando do estado calado/conivente pra continuar iludindo servidores com pagamento liquido em dia, sem repassar os descontos a quem de direito, enquanto a máquina pública se quebra cada vez mais. Torço por Roraima e se preciso for, faço um sacrifício de reduzir meus gastos e ter um controle maior do que recebo e o que gasto não sendo conivente com essa situação que afeta a todos os moradores do estado, seja quem depende de contra-cheque, empresa terceirizada ou mesmo do próprio negócio. Que Deus nos ajude a entender que mudar requer muitas das vezes renúncia do eu. Quero mudança e espero que realmente mude, mas começando por mim. Chega de corrupção."

disse: Em 11/01/2019 às 16:18:26

"O salário deve ser pago com juros, já que pagamos contas com juros pelo atraso."

Jean disse: Em 11/01/2019 às 15:21:33

"O namoro com esse governo durou pouquíssimo, ele já mostrou que pouco difere dos demais que aí já estiveram. Há algo pior ainda ,a insensibilidade para com o povo, pois esse dinheiro já tá aí há tempos, mas ele não se importa com o sofrimento das pessoas, ainda vem com uma desculpa pior do que ele ficasse calado."

Carlos Alberto disse: Em 11/01/2019 às 13:30:11

"inconsistente é esse governo que ja começa mentindo"

aop030208 disse: Em 11/01/2019 às 12:51:48

"Incompetência será?"

Marco Aurelio Pinheiro Sousa disse: Em 11/01/2019 às 12:09:25

"Se continuar desse jeito, tenho a impressão que o Ano Letivo de 2019 irá começar com Greve dos Professores, pois nada justifica o atraso dos salários dos docentes já que o repasse do FUNDEB é Federal!"

rnuj disse: Em 11/01/2019 às 12:05:20

"'O atraso se deu a um problema na folha de pagamento de algumas secretarias' - ÇEI... não é pra comer juros, não... educação e saúde... um-hum! (0.o) "

luizão disse: Em 11/01/2019 às 11:54:45

"O que chama atenção é que as duas áreas que possuem recursos próprios EDUCAÇÃO e SAÚDE foram relegadas à segundo plano. Alguma coisa errada não está certa, e este papo de "inconsistência na folha" é conversa pra boi dormir."