GOLPISTAS
Pecuarista perde quase R$ 3 mil em golpe de estelionatários
Por João Barros
Em 07/11/2018 às 00:28
A vítima recebeu as ligações e fez as transferências sem desconfiar da quadrilha (Foto: Wenderson Cabral/Folha BV)

Todos os dias diversas pessoas são vítimas de crimes praticados por estelionatários. Nos últimos anos, algumas quadrilhas especializaram-se em aplicar golpes por meio de ligações telefônicas, mecanismo usado para extorquir quantias em dinheiro. Na manhã dessa terça-feira, 6, um pecuarista de 53 anos, procurou a Central de Flagrantes do 5º DP para denunciar que foi alvo de um golpista.

De acordo com a vítima, os telefonemas são de números com DDD 62, do estado de Goiás e, na ocasião, o criminoso se passou por parente, alegando que estava chegando em Roraima depois de uma viagem cansativa, mas o carro havia quebrado na estrada, próximo ao município de Caracaraí, na região centro-sul do Estado.

Afirmando que precisava seguir viagem, o bandido pediu dinheiro para comprar algumas peças do carro. Acreditando ser o familiar e sem desconfiar de que era um golpe, a vítima fez o primeiro depósito, no valor de R$ 1.200,00. Pouco tempo depois, o elemento liga novamente e pediu mais R$ 1.500,00. Mais uma vez, sem desconfiar o pecuarista fez a transferência da quantia solicitada.

A vítima contou que só se deu conta de que tinha caído em um golpe quando na terceira ligação, o criminoso pediu R$ 3.500,00. Todos os valores foram depositados em contas diferentes da Caixa Econômica Federal. Todos os números de conta poupança, usados pela quadrilha, foram relatados à Polícia Civil para investigação.

De mãos atadas, o homem retornou para casa com o prejuízo total de R$ 2.700,00. Um delegado de Polícia Civil ressaltou que o caso serve de alerta para quem recebe telefonemas de números desconhecidos e de outros estados da federação.

“É preciso sempre desconfiar, mesmo que a voz da pessoa do outro lado da ligação se pareça com a voz do parente. O ideal é confirmar se a pessoa realmente está viajando, para onde está indo, se realmente solicitou ajuda. Somente com a confirmação, o depósito poderá ser feito. É uma forma de evitar prejuízos”, destacou. (J.B)

***
Gostou?
3
0
Falei e disse: Em 07/11/2018 às 10:06:08

"Nossa, como ainda existe gente besta neste mundo..."

pé preto disse: Em 07/11/2018 às 09:48:14

"Nos dias de hoje ainda tem gente que acredita nisso e como uma pessoa ajudar outra sem saber nem quem e por uma ligação."

THIAGO CASTRO disse: Em 07/11/2018 às 09:03:20

"e isso que eu digo enquanto existirem pessoas que nem esse ai os estelionátarios não morrem de fome "