EM PACARAIMA
Presença do Exército contribuiu para reduzir índices de violência
O município é porta de entrada para o Brasil e todos os dias cerca de 500 venezuelanos atravessam a fronteira
Por Folha Web
Em 16/04/2018 às 01:08

Em entrevista à Folha de Boa Vista, o prefeito de Pacaraima, município ao Norte do Estado, na fronteira com a Venezuela, Juliano Torquato (PRB), afirmou que a presença do Exército Brasileiro na localidade contribuiu para reduzir em 50% os índices de criminalidade. Com maior efetivo das forças armadas nas ruas da cidade, a Polícia Militar se concentra na segurança do município. Pequenos furtos, assaltos e invasões a residências deixaram de ser rotina.

Torquato acredita que a presença de militares armados nas ruas inibe a ação de criminosos. “Aqueles que estão com más intenções pensam duas vezes antes de cometer algum ilícito. Tanto o trabalho da PM, que ficou menos sobrecarregada, quanto o do Exército foram fundamentais para aumentar a sensação de segurança”, disse.

Além do apoio na área de segurança, o prefeito de Pacaraima afirmou que o município conta com ajuda na área de saúde. Ainda assim, diz que a situação é precária. “O município está colapsado no sentido da saúde pública. Devido à carência de serviços em Santa Elena, a população venezuelana utiliza muito o nosso hospital. O Governo Federal intensificou a questão das vacinas. Temos uma presença mais efetiva do Governo do Estado e Federal. Porém, ainda há muito o que melhorar, pois não temos infraestrutura”, declarou.

O prefeito ressaltou que a presença tanto do Estado quanto do Governo Federal deve proporcionar melhorias em longo prazo. “Já melhorou bastante a nossa situação, mas acredito que iremos perceber um avanço em longo prazo. Acredito que nos próximos seis meses veremos melhorias efetivas”, afirmou esperançoso.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!