Quase 70% dos casos de HIV e AIDS são de homens héteros - Folha de Boa Vista
DEZEMBRO VERMELHO
Quase 70% dos casos de HIV e AIDS são de homens héteros
Desde 2010, mais de 3 mil diagnósticos de HIV/Aids foram registrados em Roraima, a maioria deles entre homens heterossexuais
Por Folha Web
Em 02/12/2019 às 00:15
Gerente do Núcleo de Controle de DST/Aids, Sumaia Dias, “O intuito principal da campanha é sensibilizar e conscientizar a população” (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

ANA GABRIELA GOMES
Editoria de Cidade

Nos últimos 10 anos, mais de 3 mil diagnósticos de HIV/Aids foram registrados em Roraima. A maioria deles entre homens heterossexuais. O público representa quase 70% dos casos computados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinannet). Mas isso não é um fato isolado. Um relatório do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (Unaids) apontou que homens prevalecem nos diagnósticos.

Não há uma explicação absoluta para o fato. No entanto, a gerente do Núcleo de Controle de DST/Aids, Sumaia Dias, atribui a prevalência à falta de proteção durante as relações sexuais. Por isso, às vésperas do Dia Mundial de Luta Contra a Aids, celebrado no dia 1º de dezembro, e do início da campanha Dezembro Vermelho, o intuito principal é sensibilizar e conscientizar a população para a prevenção combinada.

“A ideia é trabalhar com esse usuário, independentemente de quem seja, a melhor forma de preservação para ele/ela. Antigamente a gente batia na tecla do preservativo e parecia impositivo. Sabemos que geralmente as pessoas iniciam um relacionamento utilizando preservativo, mas com o tempo param de usar”, explicou. A orientação é atemporal: a camisinha não é o único meio de se proteger.

Conforme os dados do Sinannet, a maioria dos casos ocorre entre jovens de 20 a 29 anos. De janeiro até o momento, dos 444 diagnósticos registrados, 181 ocorreram entre o público citado. Na avaliação de Sumaia, da mesma forma que o jovem tende a se expor, ele procura fazer mais testes. De modo geral, ela destacou que a população tem buscado a testagem não só para HIV/Aids, como também para sífilis e hepatites virais.

Independente da procura, o Núcleo realiza, durante todo o ano, as chamadas ações estratégicas extramuro, tendo em vista as pessoas que não têm tempo de se dirigir às unidades de saúde durante a semana. Dessa forma, as ações extramuro costumam ocorrer durante a noite e aos finais de semana. “A gente procura envolver o maior número de profissionais nas estratégias. É importante que todos tenham o olhar da preservação combinada”, disse.

Por se tratar de um trabalho realizado durante todo o ano, Sumaia reforçou que durante o Dezembro Vermelho as ações são intensificadas para chamar a atenção da população à preservação, o diagnóstico e, se for o caso, à assistência. “Nesse mês não temos um olhar para um único público específico, e sim para o geral”, finalizou.

CAMPANHA - Transformar o dia 1º de dezembro em Dia Mundial de Luta Contra a Aids foi uma decisão da Assembleia Mundial de Saúde, em outubro de 1987, com apoio da Organização das Nações Unidas (ONU). Desde então, a data serve para reforçar a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão com as pessoas infectadas pelo HIV/aids. No Brasil, a data passou a ser adotada a partir de 1988, por uma portaria assinada pelo Ministério da Saúde.

Confira a programação do Dezembro Vermelho 


A primeira ação consiste na oferta de testagem rápida para o público em geral (Foto: Internet)

A fim de sensibilizar a população sobre a importância da prevenção contra o HIV, Aids e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis, o Núcleo de Controle de DST/Aids iniciou a programação alusiva ao Dezembro Vermelho. A primeira ação consiste na oferta de testagem rápida para o público em geral, na Clínica Especializada Coronel Mota, nos dias 2, 9, 10, 11 e 12 de dezembro, e em outros locais definidos pelo Núcleo. A programação deste ano também terá uma oficina de capacitação em prevenção combinada e manejo clínico para profissionais de saúde dos 14 municípios do Estado. A atividade vai ocorrer no período de 3 a 5 de dezembro, das 8h às 12h e das 14h às 17h, no Conselho Regional de Farmácia de Roraima (CRF-RR). 

Nos dias 9 e 11, ainda está prevista uma palestra educativa sobre prevenção de Infecções Sexualmente Transmissíveis na Defensoria Pública do Estado de Roraima (DPE-RR). Também foram confirmadas uma blitz educativa no dia 12 de dezembro, às 8h30 e 16h30, na Avenida Ville Roy, e uma ação educativa em ocupações de imigrantes venezuelanos em Boa Vista.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
4
0
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!