ELEIÇÕES 2018
Rede pode coligar com PV e PTB e deve participar de eleição estadual
Por Folha Web
Em 16/04/2018 às 00:45
O vereador Linoberg Almeida “Devemos eleger quem trabalha e não figuras midiáticas” (Foto: Hione Nunes )

Em entrevista ao programa Agenda da Semana, na Rádio Folha AM 1020, o vereador Linoberg Almeida, representante regional do partido Rede Sustentabilidade, afirmou que a legenda deve participar ativamente das eleições deste ano. Até o momento, estão confirmadas pré-candidaturas para as eleições proporcionais com nomes para a disputa dos cargos de deputado estadual e deputado federal.

Entre os pré-candidatos, para a Câmara Federal está a advogada indígena Joênia Wapixana. Segundo Almeida, ela é um dos nomes mais ativos na causa indígena com renome internacional. “Ela tem uma proximidade com a Marina. Somos um partido pequeno e jovem que pode ser alternativa para a mudança que o Brasil e Roraima precisam”, disse.

Quanto a pré-candidaturas do partido ao Senado, o vereador afirmou que não há nomes, mas destacou que em breve terá um posicionamento mais firme. “Alguns cogitaram meu nome, me sinto lisonjeado, mas não serei candidato. Em algumas semanas iremos receber a nossa presidente nacional, Marina Silva, que é candidata à presidência. A partir daí teremos uma melhor definição”, explicou


Ainda sobre candidaturas ao Senado, o vereador afirmou que a população deve se preocupar mais com quem ela elege para o congresso do que para o executivo. “Será que os senadores eleitos vão continuar com o velho discurso do enquadramento do ex-Território, ou vão colocar Roraima em um projeto de desenvolvimento? Precisamos construir um novo jeito de fazer Roraima se desenvolver”, disse.

Já para candidaturas ao Governo do Estado, Almeida afirmou que o partido pode coligar com outras legendas para formar uma chapa. “Assim como para as eleições proporcionais, não temos nada definido, mas sei que não iremos nos filiar a nenhum que esteja ou já esteve no poder. Podemos até quem sabe ter um candidato a vice-governador, mas nada confirmado”, adiantou.

Os partidos cogitados para aliança, segundo o vereador, são o Partido Verde (PV) e Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Ele frisou que há quatro anos existe um diálogo contínuo com Telmário Mota (PTB), não no sentido de dar apoio a ele, mas melhorar e qualificar o mandato de um parlamentar que trabalha por Roraima.
“Tenho discordâncias com os senadores, mas temos que dialogar com esforços para melhorar a sociedade. Precisamos de figuras que trabalhem para o Estado de verdade, que façam a energia elétrica chegar até aqui, que não sejam apenas figuras midiáticas”, concluiu.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!