Bebida alcoólica agrava a diabetes? Saiba mitos e verdades sobre a doença - Folha de Boa Vista
DIA NACIONAL DO DIABETES
Bebida alcoólica agrava a diabetes? Saiba mitos e verdades sobre a doença
Aprenda os cuidados que realmente devem ser tomados após o diagnóstico
Por Folha Web
Em 26/06/2022 às 08:00
Lista foi divulgada no site da Sociedade Brasileira de Diabetes (Foto: Nilzete Franco/Folha BV)

Dia 26 de junho é o Dia Nacional do Diabetes, data de sensibilização acerca desta doença que atinge mais de 380 milhões de pessoas no mundo, de acordo com a International Diabetes Federation, entidade ligada à ONU. Em Roraima, quase 30 mil pessoas têm diabetes.

A Sociedade Brasileira de Diabetes compartilhou a seguinte lista de mitos e verdades relacionados à condição. Confira abaixo as afirmações segundo a instituição. 

Pessoa com diabetes não pode consumir frutas – MITO

Apesar de ricas em carboidratos, são alternativas saudáveis e podem ser consumidas em porções controladas. “Prefira as mais fibrosas, como maçã, pêra, limão e laranja. As com alto índice de gordura, como o abacate, também terão menor índice glicêmico e o carboidrato será absorvido lentamente”, orienta Valente. 

É importante lembrar que frutas contêm açúcar, a frutose, e, quando consumidas em excesso, podem contribuir para o descontrole glicêmico. Por isso, recomenda-se o máximo de quatro porções diárias. 

Produtos dietéticos só com moderação – VERDADE

Ainda que isentos do açúcar, produtos dietéticos nem sempre são mais saudáveis e podem, inclusive, ter mais calorias do que o alimento convencional, como é o caso do chocolate diet. Isso ocorre justamente para que seja mais palatável, mas pode representar risco para a saúde da pessoa com diabetes, que é mais propenso a doenças metabólicas, como colesterol alto. 

Mel pode ser ingerido livremente – MITO

Apesar de natural, o mel tem alto teor de frutose e glicose e, logo, sua ingestão deve ser 

controlada e compensada dentro de uma dieta balanceada. Mesmo com índice glicêmico menor que o açúcar refinado, ainda pode causar alterações na glicemia e prejudicar o controle do diabetes.

Bebida alcoólica pode ser consumida com moderação – VERDADE

Ela não está totalmente proibida, mas é preciso ter cuidado, já que ela aumenta o risco de hipoglicemia, especialmente nos pacientes que usam insulina ou medicamentos que estimulam a produção do hormônio. A Associação Americana de Diabetes (ADA) recomenda o consumo diário máximo de 1 dose para mulheres e 2 doses para homens, sendo 1 dose equivalente a 360 mL de cerveja (1 lata), 150 mL de vinho (1 taça) ou 45 mL de destilado.

Chá ajuda a controlar o diabetes? – VERDADE

Chás, assim como o café e a canela, possuem propriedades antioxidantes e apresentam bons resultados na redução da glicemia, porém não há estudos científicos de alto nível que evidenciem e garantam a eficácia de chás e plantas medicinais. Em geral, o chá faz bem para a saúde e podem ser incluídos na dieta – contudo, apesar de diminuir fatores que agravam o diabetes, não têm efeitos curativos. 

O preparo do alimento muda o índice glicêmico – VERDADE

O preparo e o acompanhamento influenciam no índice glicêmico do alimento. Por exemplo, o suco de laranja tem uma taxa maior do que a própria fruta, já que é consumida sem o bagaço, rico em fibras. No acompanhamento, incluir proteína ou gordura na refeição retarda a absorção dos carboidratos. 

Doces são completamente proibidos – MITO

Tal como as frutas, os doces podem ser consumidos com moderação. Porém, ainda precisam de maior atenção, uma vez que não apresentam quantidade considerável de fibras em sua composição. O excesso de glicose no sangue pode acarretar na oxidação excessiva de órgãos, sobretudo vasos sanguíneos, causando lesões renais e oculares, por exemplo. O ideal é consultar um nutricionista para analisar a melhor forma de incluir doce na dieta.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
0
1
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!