PUBLICIDADE
TRANSPLANTE CAPILAR
Entenda como funciona o procedimento e quais os resultados
Nesse procedimento os folículos capilares saudáveis são transferidos para as regiões onde há calvície
Por Raisa Carvalho
Em 17/06/2019 às 17:33
Alvaro Fortes é especialista em Cirurgia Robótica para transplante e hoje, é coordenador e professor em um curso de transplante capilar em São Paulo (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

O ator Paulo Vilhena, 40, compartilhou em seu Instagram o transplante capilar que fez em São Paulo. O artista disse que há muito tempo procurava tratamentos satisfatórios, porém, todos sem sucesso. O transplante capilar vem sendo um procedimento muito procurado por homens que buscam melhorar sua autoestima. 

“Durante o procedimento, considerado simples, o médico remove uma estrutura microscópica de cada unidade folicular do couro cabeludo e faz furinhos com uma agulha para colocar os fios da área doadora para a região receptora, tudo isso com anestesia. Como a estrutura toda do cabelo é retirada e colocada na região calva, os fios conseguem ter densidade e passam a nascer novamente” explica o médico Alvaro Fortes.

PUBLICIDADE

(Foto: Divulgação)

Procedimento

Segundo o especialista, os primeiros fios começam a nascer depois de três meses em média e resultados estéticos satisfatórios ficam mais evidentes a partir do sexto mês. “No entanto, o resultado final --com bastante cabelo --aparece depois de um ano e meio. Diferente do implante capilar onde fios artificiais são implantados, o transplante capilar utiliza-se de fios do próprio paciente, transferindo de um lugar a outro toda a estrutura do cabelo. Este processo resulta no crescimento de cabelos em densidade transplantada sem perda dos mesmos”.

O médico atua na cirurgia de restauração capilar em fases distintas, sendo a primeira delas a de colheita das unidades foliculares. Nesta fase são utilizados instrumentos cortantes (chamados punchs) com menos de um milímetro de circunferência, proporcionando cicatrizes minúsculas que são cobertas pelo crescimento capilar já na primeira semana após o procedimento.

“Após a extração dos folículos capilares pela técnica FUE (Folicular Unit Excision) que retira fio a fio, puxa também a raiz capilar, os fios passam por inspeção e preparo microscópico estereoscópico, são armazenados em meios de baixa temperatura e acondicionados em soluções de revitalização, as mesmas usadas em transporte de órgãos para transplantes. Para somente depois serem transplantados nas áreas calvas, deixando microcicatrizes, onde foram retirados que são imperceptíveis”.

Implantação dos enxertos

No local a serem implantados e com a densidade desejada é utilizada uma agulha microscópica de safira que vai preparar o couro cabeludo onde serão implantados os folículos que foram retirados, este processo chamado de implantação dos enxertos é artesanalmente concluído de forma minimamente invasiva.

“A hair line (linha frontal) é uma das partes mais importantes de um transplante. Por isso nos importamos tanto com isso. Uma linha com micro e macro-irregularidades deixa sua aparência mais natural. Um dos grandes medos de quem realiza o transplante é a imagem de cabelos de boneca. Isso ocorria antigamente. Mas isso não ocorre com a técnica utilizada e os punchs menores que um milímetro”.

Existe possibilidade de rejeição?

O médico explica que durante o transplante não há possibilidade de rejeição porque os fios são do próprio paciente. “Todo o processo é realizado com anestesia local proporcionando rápida recuperação após o procedimento. Não requer retorno para retirada de pontos nem cuidados especiais com cicatrizes grandes. O paciente retorna no dia seguinte apenas para primeira lavagem das áreas que é realizada pelo médico. E esta liberado inclusive para atividades físicas leves. Durante o pós-operatório e nos dias seguintes o médico e sua equipe darão todo suporte necessário”.

Benefícios deste técnica: Sem dor, rápida recuperação, eficiência, rapidez e precisão na extração dos enxertos foliculares, minimizando danos aos folículos. Identificação das melhores unidades foliculares. O indivíduo pode utilizar os cabelos raspados ou em qualquer corte ou estilo posteriormente. Sendo esta técnica já realizada em Boa Vista o paciente terá sempre acompanhamento presencial do médico.

Especialidade

Para atuar na área, Alvaro Fortes, viajou por vários países trocando informações com os melhores profissionais desta área. Entre eles, Miami, Istambul e Ankara na Turquia, em Praga na República Tcheca, Polanica-zdrov na Polônia, San Diego e Beverly Hills, Paris, Milão e Buenos Aires recentemente. O médico se especializou em Cirurgia Robótica para transplante e hoje, é coordenador e professor em um curso de transplante capilar em São Paulo onde frequentam alunos-médicos da América do Sul e Europa. 

***
Gostou?
3
1
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!