PUBLICIDADE
COMPORTAMENTO
Pais devem agir de igual para igual com os filhos
De acordo com o pediatra Eduardo Linares, pais precisam deixar florir o lado criança para que possa haver um entendimento melhor dos anseios dos filhos
Por Folha Web
Em 02/05/2019 às 08:02
O pediatra Eduardo Linares ressalta que acompanhamento da criança desde a gestação é fundamental para o seu desenvolvimento (Foto: Diane Sampaio/Folha BV)

EVA FERREIRA
Colaboradora da FolhaWeb

Você já ouviu falar no termo Pediatria Integral? Criado pelo pediatra Daniel Becker, do Rio de Janeiro, este conceito diz que a família não serve apenas para cuidar da saúde ou alimentação dos filhos, mais também é fundamental para suprir a necessidade espiritual e emocional da criança.

O pediatra Eduardo Linares destaca que acompanhamento da criança começa desde a gestação, onde os pais fazem todo o acompanhamento com pré-natal e, desde cedo, começam a se preocupar com a sua criação, sempre na expectativa de como será as responsabilidades que terão, tanto financeiras como emocionais.          

"Muita coisa mudou no ambiente familiar. Antigamente a mãe ficava em casa enquanto o pai trabalhava. Hoje os dois vão a luta para garantir o sustento do lar, e isso acaba deixando a vida familiar de lado. A família deve agir nessa situação para recuperar o tempo perdido, saber dividir as tarefas pessoais e reservar um tempo para ficar com os filhos. Isso é fundamental no desenvolvimento da criança”, destacou.

PUBLICIDADE

"O ideal é deixar fluir o nosso lado criança para que ter um entendimento melhor das dias partes", ressalta Linares (Foto: Diane Sampaio/Folha BV)

Linares destaca ainda que muitas das vezes, quando acontece esse tipo de situação, os pais acabam deixando os filhos fazerem o que querem, e que se punem quando algo sai do controle. Para ele, tratar a criança como criança é fundamental para o desenvolvimento dos pequenos.

"O ideal é quando fomos falar com criança deixar florir nosso lado criança para que possa haver um entendimento melhor das duas partes. Se nos tratarmos as crianças sempre como pais, estaremos sendo superprotetores, se tratamos sempre como adultos o tempo inteiro ela será desprovida de muitas emoções na vida e não será uma crianças  feliz, você saberá agir em cada situação". finalizou.

***
Gostou?
1
1
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!