PUBLICIDADE
SAÚDE
Saiba como identificar os sintomas do Transtorno de ansiedade
Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil tem o maior número de pessoas ansiosas do mundo: 18,6 milhões de brasileiros
Por Folha Web
Em 19/06/2019 às 00:05
O psiquiatra Alberto Iglesias explica os sintomas da doença (Foto: Diane Sampaio/FolhaBV)

O Brasil sofre uma epidemia de ansiedade. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o País tem o maior número de pessoas ansiosas do mundo: 18,6 milhões de brasileiros (9,3% da população) convivem com o transtorno. O tabu em relação ao uso de medicamentos, entretanto, ainda permanece.

“Ter poucas horas de sono,  alimentar-se mal, ficar o tempo todo no celular, não praticar uma atividade física, todos esses hábitos influenciam diretamente nas pessoas com transtorno de ansiedade, um distúrbio que se tornou comum na sociedade” explica o psiquiatra Alberto Iglesias. 

PUBLICIDADE

Segundo ele, a nova geração cresceu com a tecnologia à sua volta. Apesar dos muitos benefícios, essa geração tem sofrido muito mais com ansiedade, estresse e, consequentemente, improdutividade, se comparada com outras faixas etárias.

“A ansiedade deixa a pessoa mais preocupada e, consequentemente, o sono é afetado, a rotina, tudo fica ruim. Gosto de falar, enquanto a depressão tem sintomas ligados ao passado da pessoa, a ansiedade trata-se do futuro, de antecipar sensações, nossa sociedade tem um contato direto com notícias ruins e não sabe lidar com isso” explica o médico. 

A falta de rotina e horários muitos alternados, que são hábitos comuns da nova geração, podem afetar a saúde mental. “Ficar muito tempo sem comer ou beber pode levar a baixos índices de açúcar, causando ansiedade, tontura, tremedeira e até perda de atenção. De acordo com o estudo, os riscos de ansiedade aumentam naquelas pessoas que levam uma vida mais sedentária. Mas o ponto mais interessante foi que quanto mais tempo do dia se passa sentado, maior a probabilidade de sofrer com ansiedade” explica. 

A tecnologia tão presente na vida da sociedade torna mais difícil se “desligar” do trabalho, mesmo depois da jornada de trabalho. Essa invasão da vida profissional na pessoal causa irritação e ansiedade. “Nesses casos não se pode ter vergonha de procurar uma ajuda profissional, se o indivíduo perceber que desenvolveu os sintomas da ansiedade, deve procurar um clinico (médico) este profissional avaliara se os sintomas. É de suma importância que se faça um diagnóstico preciso pra assim definir o melhor tratamento, pois a ansiedade apresenta muitos transtornos causando assim sérios graus de incapacitação na vida da pessoa” reforçou.

***
Gostou?
6
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!