PUBLICIDADE
EM EXCESSO
Sede e frequência urinária podem apontar diabetes
Os exames de glicemia e hemoglobina glicada são os mais utilizados pelos médicos  para confirmar o diagnóstico de diabetes
Por Raisa Carvalho
Em 08/07/2019 às 00:05
De acordo com o médico endocrinologista César Penna, o grande problema é que metade dos diabéticos nem imaginam ter a doença (Foto: Divulgação /FolhaBV)

Cerca de 13 milhões de brasileiros sofrem com os sintomas da Diabete, a doença é a terceira maior causa de morte no País. De acordo com o médico endocrinologista César Penna, o grande problema é que metade dos diabéticos nem imaginam ter a doença. Sintomas como Sede e frequência urinária em excesso podem apontar para a doença.

“Como o açúcar não é adequadamente absorvido pelas células dos portadores de diabetes, ele se acumula na corrente sanguínea. De qualquer forma, o excesso precisa ser expelido do organismo; logo, os rins são acionados com frequência. O paciente, então, urina muito, fica desidratado e tem muita sede” explica o médico.

Os sintomas acometem pessoas principalmente a partir dos 40 anos e tem relação significativa com genética, envelhecimento, excesso de peso e sedentarismo. Alguns sintomas fazem parte da doença e podem levar o médico a chegar a algum diagnóstico. O que é mais perigoso é que muitos pacientes só descobrem a doença quando surgem complicações graves, como alterações nos rins, infarto ou AVC.

PUBLICIDADE

 “Entre os sintomas, existem três casos característicos da enfermidade que merecem atenção e podem indicar a possibilidade da doença antes que eventos graves ocorram. O importante é lembrar quanto mais rápido o diagnóstico, menor o risco de complicações” disse.

Outros sintomas:

Fome e cansaço

O açúcar proveniente dos alimentos e que nos serve de fonte de energia não é aproveitado de forma suficiente pelas células de quem tem diabetes. Assim, mesmo se alimentando, o paciente sente fome e cansaço. A sensação é semelhante a de quando a pressão arterial está muito baixa.

Visão turva

O excesso de glicose no sangue causa uma espécie de inchaço do cristalino, a lente dos olhos, mudando sua forma e flexibilidade. A alteração diminui a capacidade de foco, o que torna a visão embaçada. A visão costuma ficar turva quando a glicemia está muito elevada, voltando ao normal após o controle da doença.

***
Gostou?
3
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!