PUBLICIDADE
EM CÓDIGO DE PAGAMENTO
Segunda via da carteira de identidade tem mudança
Mudança feita no site da Sefaz gerou dúvidas para população pela falta de informações no portal; secretário adjunto relata que mudança é benéfica
Por Ana Paula Lima
Em 16/05/2019 às 00:30
Sem ter aviso prévio, a mudança gerou confusão para quem iria realizar o pagamento da 2ª via da carteira de identidade (Foto: Diane Sampaio/FolhaBV)

O Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais (DARE) gerado para o pagamento da segunda via da carteira de identidade teve o código mudado nesta quarta-feira, 15. Anteriormente, o número para realizar a emissão da nota no site da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) era 8090 e agora passa a ser 8095.

Sem ter aviso prévio, a mudança gerou confusão para quem iria realizar o pagamento. A estudante de Artes Visuais, Rafaela Souza, contou que teve dificuldades para entender o que tinha ocorrido durante a emissão.

“Perdi minha carteira de trabalho e para renovar o documento preciso da carteira de identidade. Por estar borrada, decidi tirar outra, só que quando fui ao site não consegui emitir de jeito nenhum. Não tinha qualquer informação sobre isso e nem as pessoas que eu trabalho sabiam”, relatou.

De acordo com o secretário adjunto de tecnologia da Sefaz, Laércio Gentil, a mudança está entre as medidas adotadas pelo órgão para prestar melhorias no atendimento à população. “Entre essas melhorias está essa organização dos códigos de arrecadação. No site está pedindo para colocar o código 8090 de Segurança Pública, só que quando vai selecionar, não existe mais esse número. Esse código deve ser arrumado e nos próximos dias [no site], já vão conseguir associar”, disse.

O secretário justificou que o código determina qual tipo de arrecadação vai ser feita e foi um pedido da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) para a mudança. Ele destacou que as pessoas que já fizeram a emissão do DARE não terão impactos ou prejuízos, desde que utilizado o novo código. 

“Isso é uma alteração visando justamente diminuir a burocracia e melhorar o serviço da Sefaz”, garantiu. (A.P.L)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!