PUBLICIDADE
EDUCAÇÃO ESTADUAL
Seletivo oferece 31 vagas para professores
A contratação é para professores do Centro Profissionalizante e escolas de Ensino Médio Integral
Por Folha Web
Em 16/05/2019 às 17:04
Seletivo oferece 31 vagas para professores (Foto: Divulgação)

A Seed (Secretaria de Educação e Desporto) lançou processo seletivo simplificado para contratação de professores para atuação no Centro Estadual de Educação Profissional Professor Antônio de Pinho Lima e para cinco escolas de Ensino Médio Integral.

As inscrições poderão ser realizadas nos dias 17 e 20 de maio na Univirr (Universidade Virtual de Roraima ), localizada na Avenida Alameda dos Bambus, n° 525, bairro Pricumã, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Serão ofertadas 31 vagas e os cargos são para Nível Médio com Habilitação Técnica Profissional , 08 vagas para Boa Vista e para Nível Superior, sendo 16 vagas para Boa Vista e 07 vagas para atuação em escolas do interior do Estado.

PUBLICIDADE

 Em Boa Vista, os aprovados no processo seletivo irão atuar no Centro Estadual de Educação Profissional Professor Antônio de Pinho Lima e também nas escolas Major Alcides e Colégio Estadual Militarizado Jaceguai Reis Cunha.

 Para o interior, as vagas são para os municípios de Caracaraí (Escola José Vieira Sales Guerra, 02 vagas), Mucajaí (Escola Padre José Monticone, 03 vagas) e Rorainópolis (Escola José de Alencar, 02 vagas).

 “O seletivo vai atender as necessidades dos cursos do Centro Profissionalizante e também nas escolas que possuem itinerários formativos profissionais de cursos técnicos. Dessa forma, vamos garantir que nossos alunos sejam atendidos por profissionais devidamente habilitados”, destacou Carleide Schramm, chefe da Divisão de Ensino Médio e Educação Profissional da Seed.

 Os salários variam de acordo com a formação e a jornada de trabalho. Para os cargos de Nível Médio, com jornada de trabalho de 16 horas, o salário é no valor de R$ 1.068,22; para 25 horas, o valor vai para R$ 1.669,09; e para 30 horas, R$ 3.004,80. Já para os cargos de Nível Superior, para jornada de 16 horas, o salário é de R$ 1.483,45; para 25 horas, o valor é de R$ 2.317,90 e para a jornada de 30 horas, o salário é de R$ 3.78294.

 A vigência do processo seletivo será de 6 meses para o Centro Estadual de Educação Profissional, sendo prorrogável por igual período e de um ano para as escolas de Ensino Médio Integral, também sendo prorrogável por igual período.

 Os docentes atuarão nos cursos técnicos de Agente Comunitário de Saúde, Agroindústria, Cuidados de Idosos, Informática, Manutenção Automotiva, Manutenção e Suporte de Informática, Móveis, Recursos Humanos, Refrigeração e Climatização, Segurança do Trabalho e Serviços Jurídicos.

As vagas para os cargos de Nível Superior são para profissionais das áreas de Administração, Direito, Enfermagem, Engenharia de Alimentos, Agronomia, Tecnólogo em Agronomia, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica Automotiva, Fisioterapia, Nutrição, Psicologia, Ciência da Computação, Sistemas de Informação, Engenharia da Computação e Tecnologia da Informação.

Para os cargos de Nível Médio, as oportunidades são para técnicos em Eletrônica, Móveis, Refrigeração/Climatização, Mecânica ou Manutenção Automotiva e Segurança no Trabalho.

 CRONOGRAMA

No dia 21 de maio será publicada a relação de inscritos e dia 22 será divulgado o resultado preliminar. O prazo para recursos é dia 23. Já o resultado final e a convocação dos classificados estão previstos para o dia 28 de maio. No dia 30, será a apresentação e lotação dos professores.

O edital com a documentação exigida e demais informações completas está disponível no DOE (Diário Oficial do Estado) do dia 15 de maio e também nos murais da Seed e Univirr.

***
Gostou?
2
2
Ravena disse: Em 18/05/2019 às 09:46:37

"É triste ver tantos professores desempregados esperando essa oportunidade que só agora resolveram fazer, o mesmo acontece com os professores seletivados do estado, há 4 meses esperando governo resolver contratar...e agora que as aulas do interior iniciaram e sem o quadro completo"

Castro disse: Em 16/05/2019 às 18:40:08

"Pense num governo incompetente, esses cursos técnicos já deveriam está nos últimos dias para conclusão, pense no prejuízo que muitos profissionais da área técnica tiveram, fazer o que ? Governo sem gestão e sem conhecimento de causa é assim mesmo."