PUBLICIDADE
SEGURANÇA PÚBLICA
Sesp é notificada sobre situação de segurança em Pacaraima
O Ministério Público pede para que a pasta providencie medidas para melhorar os serviços prestados a população, que vem sofrendo com a criminalidade
Por Folha Web
Em 08/01/2019 às 09:21
A notificação do Ministério Público a Sesp ocorreu no último dia 2 (Foto: Google Imagens)

O Ministério Público de Roraima (MPRR) notificou, no último dia 2, a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) sobre a situação de caos vivenciado por moradores de Pacaraima, região Norte do Estado.

O órgão pede para que a pasta providencie medidas que possibilitem melhorias na prestação de serviços para a população daquele município.

No documento, a Promotoria de Justiça da Comarca de Pacaraima pede para que a Sesp faça a aquisição de equipamentos e armamentos para os agentes de polícia, e viaturas para o transporte de presos em flagrante delito. O MP pede ainda que a pasta se empenhe para resolver os problemas relacionados à falta de materiais expediente e internet na delegacia do município.

O MP lembra que a Polícia Civil tem enfrentado dificuldades para realizar suas funções em decorrência da falta de condições mínimas de trabalho. A ausência de efetivo da Polícia Militar também foi citada na recomendação do promotor substituto de Pacaraima, Lincoln Zaniolo, que ressaltou que todos esses problemas culminam no crescimento da criminalidade no município.

“O policiamento ostensivo é serviço indispensável para a repressão da criminalidade. São notórias as dificuldades enfrentadas pelo destacamento da Polícia Militar de Pacaraima, sobretudo, em razão do baixo efetivo policial”, destacou.

Consta na recomendação, que em outubro do ano passado o MPRR requereu por meio de ofício enviado ao Comando Geral da Polícia Militar reforço policial para o município. A Promotoria de Justiça também promoveu em novembro e dezembro de 2018 diversas reuniões com representantes de órgãos federais e estaduais para tratar da segurança pública e do trânsito na cidade de Pacaraima.

OUTRO LADO - Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública (Sesp) informou que foi notificada da decisão do Ministério Público no dia 4 e que vai cumprir dentro do prazo de 15 dias, conforme recomendação.

*Matéria Atualizada às 11h01.

francisco disse: Em 08/01/2019 às 13:15:25

"Fechar a fronteira ninguém quer..."

Jose Ari da Silva disse: Em 08/01/2019 às 10:56:52

"se for para vim para festas e fura a fila no posto de gasolina não venham pois já tem muito em Pacaraima "

rnuj disse: Em 08/01/2019 às 10:03:08

"Não vai demorar muito para ter outra manifestação dos brasileiros de pacaraima. "