ELEIÇÕES 2018
Telmário anuncia que votará em branco para Governo do Estado
Senador disse que ficará neutro e deixará o povo decidir, mas que manterá seu trabalho como parlamentar para auxiliar Roraima no que for necessário
Por Paola Carvalho
Em 10/10/2018 às 05:58
A decisão, segundo Telmário, ocorreu após avaliar os planos de gestão de ambos os candidatos e considerar as propostas como ‘superficiais’ (Foto: Arquivo Folha)

O senador Telmário Mota (PTB) decidiu votar em branco no segundo turno para o Governo do Estado. O parlamentar que também disputou o Governo declarou ontem, 9, que não irá apoiar nem Antonio Denarium (PSL) nem José de Anchieta (PSDB) por considerar as propostas de ambos ineficazes. 

Telmário afirmou, em vídeo divulgado nas redes sociais, que se debruçou nos planos de gestão dos candidatos ao Governo e que não observou planos concretos para retirar o Estado da crise econômica, nem medidas contra a corrupção, planos de uma reforma administrativa profunda, ajuste fiscal, redução dos recursos passados para os poderes ou sugestões para os povos indígenas e para a agricultura familiar. 

À Folha, Telmário informou que buscou elaborar um plano de governo junto com a sociedade civil organizada, com sindicatos, associações, cooperativas e outras entidades estaduais, além de buscar ideias que deram certo em outros estados e que poderiam ser aplicadas em Roraima, porém, não foi isso o que viu nas propostas dos concorrentes. 

“O que eu vejo são planos superficiais, projetos pessoais. O Denarium dizendo que vai reduzir impostos, aumentar o Crédito do Povo, gerar emprego e renda. Como se o Estado é deficitário? Aonde é que ele vai fazer a compensação disso? Como que ele vai aumentar essas despesas assistenciais? Como que vai fa- zer o setor produtivo crescer? A mesma coisa o Anchieta, jogando para a plateia. Promete o céu, mas não mostra a escada”, declarou. 

Para o senador, os planos não parecem consistentes e somente destinados para um grupo seleto de empresários. “Então, eu vou liberar os correligionários do meu partido e dos partidos agregados e vou ficar neutro. Não vou votar mesmo. Vou votar em branco. O que o povo escolher, eu vou respeitar”, frisou. 

Telmário lembrou ainda que já ha- via apoiado o ex-governador Anchieta na sua disputa ao cargo  em 2010, mas que a situação não foi nada favorável. “Apoiei o Anchieta e me dei muito mal. Apoiei a Suely, me dei péssimo. Portanto, eu vou esperar o povo decidir agora”, frisou. 

Apesar das críticas, Telmário ressaltou que irá manter o seu serviço como parlamentar à disposição do governador eleito, no que for auxiliar no desenvolvimento do Estado. Porém, prometeu acompanhar de perto a gestão para impedir medidas prejudiciais. “Agora se tiver calote, eu vou ser o fiscal implacável”, concluiu. (P.C)


POSICIONAMENTO DE LIDERANÇAS AINDA É INDEFINIDO

Outros nomes da política roraimense e aqueles que tiveram votação expressiva na primeira etapa do pleito eleitoral também foram questionados sobre o seu posicionamento para o segundo turno, tanto para o Governo quanto para a Presidência. A sua maioria, no entanto, informou que ainda está em fase de observação das possíveis alianças.

A atual governadora Suely Campos (PP), que ficou em terceiro na disputa para reeleição, informou, via assessoria, que ainda não existe uma definição sobre qual candidato irá apoiar no segundo turno. Já o candidato Fábio Almeida (PSOL), que também disputou vaga para o Governo, explicou que a equipe ainda está discutindo a situação e realizará uma coletiva amanhã, 11, anunciando o seu posicionamento.

Os candidatos ao Senado também preferiram não declarar a sua preferência. A equipe de Romero Jucá (MDB) informou que o senador iria “primeiro consultar a sua base para se manifestar” e que o mesmo se aplica à decisão do partido na disputa para a Presidência. A senadora Ângela Portela (PDT) também explicou que ainda não se posicionou para o segundo turno. O candidato Luciano Castro (PR) acrescentou que também não definiu sua escolha. 

Os senadores eleitos já se posicionaram sobre o assunto, com Chico Rodrigues (DEM) informando que ainda estuda as conversas e possíveis alianças. Já Mecias de Jesus (PRB) reforçou que mantém seu apoio a Denarium e Bolsonaro.


JALSER NÃO CONFIRMA SE APOIARÁ ANCHIETA NOVAMENTE

Mesmo tendo declarado apoio a José de Anchieta no primeiro turno, o presidente da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), deputado estadual Jalser Renier (SD), reeleito com o maior número de votos, não esclareceu quem apoiará no segundo turno. À Folha, a assessoria de comunicação do parlamentar informou que não há um posicionamento definido e não há alguma previsão de quando lançará um comunicado oficial sobre o assunto.

O mesmo acontece com o deputado federal eleito com mais votos, o empresário Haroldo Cathedral (PSD). No primeiro turno, o candidato trabalhou e apoiou Antonio Denarium, mas ressaltou que vai se reunir primeiro com a equipe que participou da sua campanha para então anunciar oficialmente o próximo passo. “Isso deverá acontecer até o final da semana”, completou..

***
Gostou?
3
6
RIPA NA XULIPA disse: Em 10/10/2018 às 12:19:30

"esse daí é só jaca... petista doente, jamais apoiaria partido contra o PT... FICO RINDO E IMAGINANDO SE ELE PENSA QUE O VOTO DELE IMPORTA PRA ALGUÉM, SAIU EM CAMPANHA PARA APOSENTAR OS DOIS SUPLENTES, NÃO PASSA DE UM FARSANTE IGUAL AO CAJU, SÃO IGUAISZINHOS!"

Cruel disse: Em 10/10/2018 às 09:46:26

"Deficitário, não. Mal gerido..."

JSilva disse: Em 10/10/2018 às 08:52:20

"Senador vergonha de nosso Estado, aproveite os 04 últimos anos no senado federal."

VAGN disse: Em 10/10/2018 às 08:37:06

"A sensatez pode definir o apoio ao candidato Denárium, que é do PSL de Bolsonaro, piis quem seria louco de apoiar anchieta, que em 7 anos de governo destruiu literalmente o estado de Roraima e ainda deixou uma dívida milionária que oa roraimenses vão passar 20 anos pagando, inicialmente R$ 22.000.000,00 todo mês. Qualquer um que tenha o mínimo de sensatez vai de Denárium nesse segundo turno, porém...muitos querem $$$$$$$$. "

ANTONIO DE OLIVEIRA disse: Em 10/10/2018 às 08:33:44

"Pessoa não grata para os Roraimenses! Será que o camarada não enxerga que a maioria quer mudança de governo e que o povo está acompanhando a vontade nacional...É o Brasil acima de tudo e Deus acima de todos! O Brasil é verde e amarelo meu senhor!"

Arnold & Suas Negas disse: Em 10/10/2018 às 08:27:59

"Se o povo roraimense tiver vergonha na cara, não votam mais neste cara, nem na suelly, para nada... Se quiserem ganhar dinheiro, vão ter que trabalhar. "

Manuel disse: Em 10/10/2018 às 08:27:00

"Sim... então com certeza ele não votando o mundo vai acabar."

REIS disse: Em 10/10/2018 às 08:22:40

"Isso e um sem futuro, aposto que vai mudar de ideia e apoiar o Anchieta, como ele sempre faz, uma pessoa sem palavra e sem compromisso."

federal disse: Em 10/10/2018 às 08:10:01

"Telmario vc é sabidão do pedaço.... sua vida política acabou durou só um mandato vc não ganha nem para vereador .aqueles votos que te elegeram foram de protesto. o Deputado federal eleito Haroldo já esta de covardia se elegeu por causa do fenômeno Bolsonaro que aqui em Roraima ajudou o Denarium agora ta em dúvida de quem vai votar ... se orienta que quatro ano passa rápido."

misael carvalhedo disse: Em 10/10/2018 às 07:51:21

"A situação em Roraima está tão caótica que basta que o governante que assumir a gestão do estado haja com transparência, responsabilidade e, principalmente, HONESTIDADE!!!"

Gleikson disse: Em 10/10/2018 às 07:30:36

"Que pena! Tenho certeza que o voto e o apoio do Senador Nibirú e seus eleitores iriam mudar o cenário político e econômico local e nacional . #SQN"

Marco Aurelio Pinheiro Sousa disse: Em 10/10/2018 às 06:42:48

"A questão não é se candidato A ou B vão apoiar os candidatos ao Governo, mas é se os candidatos ao Governo vão querer o apoio dessas figurinhas repetidas, pois a maioria não conseguiu sequer se reeleger e pela quantidade de fotos não influenciam em nada a disputa pelo Governo do Estado.Qual o candidato em sua sã consciência aceitará o apoio da Suely Campos ou mesmo do Romero Jucá?"

GERSON DENZ disse: Em 10/10/2018 às 06:17:22

"Nobre Senador, peço vênia e respeito suas considerações, mas reduzindo os gastos públicos desnecessários, sem nenhum objetivo social ou melhora na condição de vida dos roraimenses, logicamente, vai sobrar para investir nas cidades."

Damiao disse: Em 10/10/2018 às 06:14:43

"Grandes merda. Ele vai ser o proximo que a população vai tirar."