PUBLICIDADE
EM SÃO PAULO
Temer se entrega à Polícia Federal e deve permanecer preso
O ex-presidente estava em liberdade desde 25 de março, por determinação liminar do desembargador Ivan Athié, do TRF-2
Por Folha Web
Em 09/05/2019 às 14:14
Ex-presidente Michel Temer (MDB). (Foto: Mauro Pimentel/AFP)

Cercado de seguranças particulares, o ex-presidente Michel Temer (MDB) chegou à sede da Superintendência da Polícia Federal em São Paulo, por volta das 15h desta quinta-feira (9/5).

O emedebista ficará preso de forma preventiva, após a 7ª Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro acatar o pedido da 1ª Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), que na quarta-feira (8/5) determinou que Michel Temer retornasse à prisão.

O ex-presidente estava em liberdade desde 25 de março, por determinação liminar do desembargador Ivan Athié, do TRF-2. Quatro dias antes, ele e João Baptista Lima, o coronel Lima, haviam sido presos na Operação Descontaminação, pela Justiça Federal do Rio. Os dois são acusados de corrupção, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa. O coronel Lima é apontado como o operador do esquema. 

Fonte: CB

Rocha disse: Em 09/05/2019 às 14:33:51

"Deveria ter pena de morte para uma pessoa que é escolhida para lutar pelo povo e rouba de tal maneira. Onde sabemos que não vai devolver nada. E pior ainda tem todos os privilégios de um Ex presidente. "