PUBLICIDADE
VARIEDADES
Ação de graças marca aniversário de matriarca do Calungá
Nadir Maria da Silva nasceu no dia 20 de junho de 1929 e completou 90 anos
Por Raisa Carvalho
Em 21/06/2019 às 00:10
Dona Nadir tem cerca de 120 netos, bisnetos e tataranetos. (Foto: Arquivo pessoal)

Pela terceira vez, os familiares da senhora Nadir Maria da Silva se reúnem para organizar uma ação de graças. A festa marcou o aniversário de 90 anos da Dona Nadir, matriarca da família e moradora há 50 anos do bairro Calungá. Sua história se confunde com o desenvolvimento do bairro e de sua família, que unida, é responsável por realizar anualmente a ‘Corrida dos primos’, evento solidário que marca as atividades da região. 

Nadir Maria da Silva nasceu no dia 20 de junho de 1929, casada com Manoel Pedro da Silva. Mudou-se em 1969 para o bairro Calungá. Por ser uma família tradicional da cidade, em 1990, no aniversário de 100 anos da criação do Município de Boa Vista, Manoel Pontes foi agraciado com a “Medalha de Honra Mérito Rio Branco”, na Câmara Municipal de Boa Vista, em reconhecimento ao seu trabalho para o desenvolvimento socioeconômico desta cidade. 

Juntos eles criaram os 16 filhos, e com as dificuldades da época não tiveram uma vida muito fácil, onde ela lavava roupa para fora e ele trabalhava como guarda territorial e funcionário do antigo Matadouro de Boa Vista.  Hoje dona Nadir, já tem cerca de 120 netos, bisnetos e tataranetos. 

PUBLICIDADE

Manoel Pedro era devoto de São Pedro, sempre muito alegre e um dançarino “pé de valsa”, anualmente no dia 29 de junho (data do seu aniversário), ele fazia uma grande fogueira no quintal de sua casa, e realizava grandes festas para toda a família e convidados. Hoje a família mantém o arraial sendo realizado sempre no dia 20 de junho. O patriarca faleceu no dia 19 de abril de 1998. E dos 16 filhos já faleceram dois, José Maria Pedro da Silva e Valdecir Pedro da Silva.  

Os outros filhos são: Ademir Pedro da Silva, Maria Raimunda, Maria Felisberta, Maria Cléa, Maria Luiza, Maria Teresa, Maria José, Maria Júlia, Maria Madalena, Maria Consolata, Maria das Neves, Maria Adelaide, Maria Cristina e Maria Helena.

“Nossa avó é o nosso elo. Nos ensinou a importância de se valorizar e respeitar nossas raízes, todos os anos nos unimos em torno de uma mesa para celebrar com a nossa família, seja no dia das mães, no natal, cada um vai se organizando e ajudando como pode, para no fim termos uma grande festa” explicou Mayara Aragão, membro da família.

Corrida dos primos

Há quatro anos, a família da Dona Nadir é responsável por realizar a corrida dos Primos, que tem como objetivo arrecadação de alimentos e brinquedos para doação para nossos imigrantes Venezuelanos que passam necessidades, assim como também famílias necessitadas do próprio município de Boa Vista.

“O evento tem cada vez mais ganhado proporções, novos inscritos, o que começou com um almoço de natal e se transformou em uma atividade de solidariedade” explicou Mayara.

***
Gostou?
3
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!