PUBLICIDADE
MIIPO
Professora de desenho lança mangá roraimense
Hipácia Caroline tem 23 anos e é professora de Desenho de Mangá
Por Folha Web
Em 11/09/2019 às 00:07

Os quadrinhos japoneses, os mangás, tem conquistado milhares de pessoas mundo afora e têm inspirado também artistas em seus trabalhos. Em Roraima, uma jovem talentosa mangaká lançou nesta semana seu primeiro trabalho: Miipo, o primeiro mangá 100% roraimense (ou “macuxi”, como se diz por aqui).

Hipácia Caroline tem 23 anos e é professora de Desenho de Mangá do Instituto Roraimense de Cultura Japonesa, que integra a Associação Nipobrasileira de Roraima (ANIR). Começou a se interessar por desenho ainda criança e hoje faz parte do Coletivo do Lavrado, que reúne outros jovens artistas da área.  

Miipo conta a história de dois robozinhos, Miipo e Alê, que estão procurando pelos seus amigos perdidos. “É uma obra que simboliza os lados do abandono, sobre dar atenção às pessoas da sua vida enquanto há tempo”, conta Hipácia, que além de ilustrar o mangá, roteirizou a obra.

PUBLICIDADE

A jovem mangaká sempre é convidada para dar palestras sobre desenho, onde ela mostra um pouco de sua trajetória, sempre buscando incentivar outros jovens artistas a também superarem seus desafios.  

“É um desafio sempre. Qualquer arte que você faça se torna um desafio. Desde criança que tenho essa paixão pelo desenho e tenho me dedicado desde então. Sempre haverá público para o que você se propõe a fazer. Estética é uma coisa que vem de cada um. Então, se você está começando agora, trabalhe com o que goste e no futuro será reconhecido e recompensado”.

Hipácia leciona desde agosto deste ano o curso de Desenho de Mangá, todos os sábados, no Centro Cultural da ANIR. Para ela tem sido uma experiência única, principalmente pela interação com os alunos, o que tem sido um grande incentivo para seu trabalho do dia a dia.    

“Está sendo mágico. É minha primeira vez tendo experiência para lecionar alguma coisa, mas é um crescimento tanto pessoal quanto profissional para mim. Pois tenho que aprender mais para ensinar eles. E me traz muita felicidade quando meus alunos avançam e aparecem com seus próprios trabalhos”.

Ainda há vagas abertas para o curso, para alunos a partir de 10 anos. O Centro Cultural da ANIR está localizado na Rua da Mangueira, 477, bairro Caçari. Também são ministrados cursos de Nihongo (Idioma Japonês), Culinária, Taiko (tambor japonês), Odori (dança japonesa) e artes marciais, como Karate-do, Kenjutsu e Aikido. Para matrículas e outras informações sobre o curso, o contato é 95 99175-7573.   

***
Gostou?
13
2
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!