PUBLICIDADE
PRÓXIMO AO RIO CAUAMÉ
Vendedor morre ao colidir moto em bicicleta na BR-174
Por João Barros
Em 08/02/2019 às 00:20
Vítima morreu antes de ser levada ao hospital (Foto: Divulgação)

Um acidente de trânsito por volta das 21h30 de quarta-feira, 6, tirou a vida do vendedor Jairo Lima da Silva Júnior, de 36 anos. Ele retornava para Boa Vista de um sítio, na região de Monte Cristo, quando colidiu com a moto em uma bicicleta. Devido ao trauma que sofreu na cabeça, acabou morrendo antes de ser levado ao pronto-socorro do Hospital Geral de Roraima (HGR).

De acordo com as informações de familiares, o condutor da bicicleta estava embriagado e fazia ziguezague pela rodovia, mas a Folha não conseguiu confirmar com a polícia. A família também contou que Jairo retornava do sítio onde foi buscar mangas para os filhos e que pilotava uma moto Yamaha Crosser.

O vendedor teve uma parada cardíaca e apesar dos esforços da equipe de socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que fez massagem e usou um desfribilador, não houve reanimação. O corpo foi levado para o IML após o trabalho dos peritos.

PUBLICIDADE

Na manhã de ontem, 7, o corpo de Jairo foi liberado para funeral e sepultamento. Apesar das condições em que ficou a bicicleta, totalmente destruída, o condutor não teve ferimentos graves e não corre risco de morrer. Ele também recebeu atendimento médico no hospital.

O médico legista que fez o exame cadavérico explicou que há casos em que o trauma é tão intenso que nem mesmo o uso do capacete é o suficiente para impedir a morte, considerando que o cérebro pode se deslocar dentro da cavidade craniana.

Além disso, ele também destacou que geralmente o capacete também sai da cabeça da vítima na hora do impacto. De qualquer modo, ele orientou que nunca se deve pilotar motocicletas sem uso do capacete. O vendedor morreu em consequência de um traumatismo cranioencefálico. (J.B)

***
Gostou?
0
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!