TRÂNSITO VIOLENTO
Venezuelano morre vítima de atropelamento
A vítima teve politraumatismo, traumatismo cranioencefálico grave, uma série de outras contusões traumáticas e um sangramento pelo ouvido
Por João Barros
Em 07/11/2018 às 00:28
Wilmer Ramirez morreu por conta do politraumatismo e traumatismo cranioencefálico sofridos (Foto: João Barros/Folha BV)

Apesar das informações de diminuição de números de acidentes divulgadas pelo município de Boa Vista, as mortes no trânsito da Capital ainda são frequentes e, em geral, são causadas por imprudência ou pela associação do consumo de bebida alcoólica com a direção de veículos automotores. O jovem Wilmer Nicomedes Millan Ramirez, de 24 anos, morreu no Hospital Geral de Roraima (HGR), na segunda-feira, dia 5, depois de passar dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

De acordo com as informações do Hospital, a vítima é de origem venezuelana e deu entrada no Grande Trauma do HGR no dia 28 de outubro com diagnóstico de politraumatismo, traumatismo cranioencefálico grave, uma série de outras contusões traumáticas e um sangramento pelo ouvido, por ter sido vítima de atropelamento.

Conforme o relato da equipe médica do Hospital, Wilmer estava quase inconsciente e depois de uma tomografia constatou-se que o jovem tinha traumas espalhados pela cabeça, mas não foi submetido à intervenção cirúrgica, foi internado na UTI em estado grave, onde permaneceu por oito dias.

Nesse período, recebeu um tratamento com drogas, mas na tarde da segunda-feira, sofreu algumas paradas cardiorrespiratórias. Foi iniciada a recuperação, incluindo choque e outras medidas, mas sem reação da vítima. O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) e na manhã de ontem, 6, passou por exame cadavérico antes de ser liberado aos familiares para realização de funeral e sepultamento.

A BUSCA – Familiares de Wilmer contaram que ele desapareceu no sábado, dia 27, e iniciaram uma procura, a fim de localizá-lo. Ele foi encontrado pelos parentes no HGR. As únicas informações que a família tem são de que o rapaz foi atropelado e chegou à Unidade de Saúde em uma ambulância.

***
Gostou?
0
0
Christhian Rodolfo Torres Dominguez disse: Em 07/11/2018 às 12:20:21

"é triste mesmo esse povo não respeita nenhum tipo de sinalização , para eles não existe faixa de pedestre, ciclovia é uma bagunça total"

RIPA NA XULIPA disse: Em 07/11/2018 às 10:25:28

"Um dos maiores males dos venezuelanos é trazer os costumes do país vizinho para cá, lá eles tem o costume de atravessar e o motorista tem que se virar para desviar ou parar, já aqui, ensinamos nossos filhos que devemos olhar para ambos os lados e se estiver seguro atravessar, eu mesmo já escapei de atropelar alguns, eles atravessam muitas vezes sem nem mesmo olhar, não sei se foi o caso deste, mas peço aos que trabalham com venezuelanos, para alerta-los sobre esse fato."

Guilherme magalhães disse: Em 07/11/2018 às 09:59:06

"Podem observar que onde os venezuelanos estão, nós temos qua andar com cautela, pois eles sempre estão entrando na frente dos carros e várias vezes ocasionando acidentes, não sei como ainda pode ter gente que fica querendo justificar isso, inclusive já houveram ocasiões em que eles se revoltaram causando confusões generalizadas como foi o caso na rotatória do posto trevo, mas a culpa é sempre dos motoristas e nunca de quem realmente provocou o acidente."

MONTEIRORR disse: Em 07/11/2018 às 09:51:38

"Infelizmente, maioria dos acidentes em Boa Vista-RR são por imprudência, visto que muitos andam em alta velocidade e desrespeitando as sinalizações de trânsito! Não sei se esse caso, mas diversos ciclistas andam pela contra mão e fora da ciclovias, trazendo perigos tanto para ele como para os outros!"

Da Silva disse: Em 07/11/2018 às 09:09:17

"Vocês ja perceberam como os venezuelanos andam todo doido nas ruas de boa Vista? Ja viram eles andando de bicicletas nas grandes avenidas? Muito acidente de trânsito tem ocorrido por conta dessa imprudência deles. "

Josy disse: Em 07/11/2018 às 07:03:17

"Triste realidade em nosso estado! Nunca entendi, porque as pessoas tem tanta pressa e correm tanto nesse trânsito calmo de Boa vista! Tudo na cidade é tão próximo, não há necessidade de pôr a vida das pessoas em risco por pressas desnecessárias! Que Deus tenha misericórdia de Nós.... "