ENQUETE
Você na Folha discute a aplicação do Enem 2018
Por Folha Web
Em 11/10/2018 às 08:16
Estudantes falam da expectativa para a aplicação das provas (Foto: Divulgação)

Estamos a poucos dias do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que ocorre nos dias 4 e 11 de novembro e, pelo segundo ano seguido, as provas do Enem serão aplicadas em dois domingos no mês de novembro. A Folha foi conversar com alunos que vão fazer as provas e saber como está a preparação. O que mais pesa nesta reta final?

Maria Vitória (Foto: Wenderson Cabral/Folha BV)

“Estou bem mais preparada que o ano passado, já fiz a prova três vezes e pretendo que essa seja a última vez. A minha meta é usar a nota que for alcançada no exame para ingressar na Universidade Federal. O que mais pesa agora é a questão do cansaço, pois a rotina fica completamente voltada para os estudos”, Maria Vitória, 18 anos, estudante.

Luan Matheus (Foto: Wenderson Cabral/Folha BV)

“Acredito que não estou completamente preparado, mas venho me dedicando bastante. Ainda estou cursando o Ensino Médio, e essa será a primeira vez que vou realizar a prova. Para que eu aprendesse mais, me matriculei em um cursinho preparatório. É devido a isso que talvez eu me saia bem. O cansaço é o que mais pesa agora, pois está próximo e isso faz com que o estudante revise mais os conteúdos”, Luan Matheus, 18 anos, estudante.

Marina Lima (Foto: Wenderson Cabral/Folha BV)

“A preparação está bem cansativa, no sentido de nervosismo e ansiedade. Sabemos que é algo muito concorrido, e conforme o dia da prova se aproxima, o desespero pode tomar de conta da pessoa. Com relação aos estudos, acredito que estou bem preparada, esta será a quarta vez que participo do exame, e minha intenção é alcançar uma vaga no curso de Ciências Contábeis na UFRR”, Marina Lima, 18 anos, estudante.

Gracistonio Lucena (Foto: Wenderson Cabral/Folha BV)

“Acredito que estou bem preparado, terminei o Ensino Médio ano passado e este ano me dediquei completamente para realizar o Exame Nacional. Para que eu me saísse melhor, me matriculei em um cursinho preparatório que tem me dado muito apoio na hora de revisar os conteúdos. Eu particularmente estudo praticamente o dia inteiro e creio que o que mais pesa neste momento é o cansaço, pois estou desde o começo do ano nessa rotina”, Gracistonio Lucena, 18 anos, estudante. 

Eduarda Yara (Foto: Wenderson Cabral/Folha BV)

“Eu estou tranquila, pois já venho me preparando há algum tempo e, do meio do ano para cá, ingressei em um cursinho, pois ao estudar só surgem muitas dúvidas na cabeça da pessoa e curso serve justamente para dar esse apoio. Acho que o que pesa mais varia de pessoa para pessoa, pois vai depender do estado emocional que se encontra o estudante, às vezes a pessoa está completamente preparada, mas o emocional pode não estar, e isso gera a possibilidade do indivíduo não se sair tão bem quanto esperava. Acredito que é importante se manter equilibrado, pois o nervosismo não pode atrapalhar na hora de realizar a prova”, Eduarda Yara, 20 anos, estudante.

Cairo Ruan (Foto: Wenderson Cabral/Folha BV)

“A minha preparação está boa, pois sigo uma rotina de estudos que criei ano passado, quando fiz um planejamento de cada matéria que eu iria estudar. Primeiramente realizei a prova duas vezes consecutivas, após isso, obtive experiência que me ajudou a traçar metas para a realização da prova este ano. Acredito que o que cansa neste momento é a pressão psicológica, pois são muitas matérias que precisam ser revisadas” , Cairo Ruan, 22 anos, estudante.

***
Gostou?
0
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!